Pilates: Fisioterapeuta fala dos benefícios do Método de Controle Muscular para todas as idades

http://www.minhasaojose.com.br
Rachel Santurbano Folchetti, que desenvolve o Pilates há 10 anos com seus alunos, disse que o método auxilia até contra enxaquecas

Reportagem e texto: Natália Tiezzi Manetta

Dores musculares. Quem ainda não as sentiu provavelmente sentirá em alguma fase da vida. Entretanto, um método centenário vem ajudando muita gente a voltar a ter qualidade de vida por meio do controle dos músculos: o Pilates. Para falar sobre o assunto e contar um pouco de sua  rotina de trabalho, nossa entrevistada é a Fisioterapeuta Rachel Santurbano Folchetti, que já desenvolve o método há 10 anos com seus alunos.

Ela explicou o que é, de fato, o Pilates, indicações e principais benefícios deste método que vem conquistando cada vez mais adeptos. Rachel realiza as aulas em sua clínica, a Equilíbrio Fisioterapia, Estética e Pilates, e disse que nesta 1ª década de trabalho vivenciou muitas histórias de superação junto a seus alunos, sendo que muitos se livraram de dores como a enxaqueca, por exemplo.

Você também tem dúvidas sobre o Pilates? Quer iniciar este método e se livrar das dores? Confira abaixo e na íntegra a entrevista da Fisioterapeuta e especialista no método.

Rachel, qual a sua formação e também a específica em Pilates?

Sou formada em Fisioterapia desde 2009 pelo centro universitário Barão de Mauá em Ribeirão Preto. Realizei o curso de Pilates Clínico Funcional e Pilates Gestante, áreas que estou completando 10 anos de trabalho.

O que é o Pilates?

Pilates é um método de controle muscular, desenvolvido por Joseph Pilates na década de 1920. São exercícios que englobam força muscular, alongamento, respiração, postura e concentração na sua execução. Durante as aulas realizamos os exercícios com os músculos do CORE, que são músculos profundos da região abdominal, lombar e pélvica que têm como finalidade manter a estabilidade dessa região para melhor execução do exercícios, estabilidade e prevenção de lesões musculares,

contraídos ou ativados, além da respiração (inspirar e expirar) durante os exercícios, fluidez e concentração na sua execução. Como diria Joseph Pilates “É a mente que esculpe o corpo”.

Quando você começou a desenvolver o método em seus pacientes?

Após realizar os cursos específicos em Pilates, em Ribeirão, retornei para São José em 2010, quando comecei com atendimentos de fisioterapia geral, atendendo domicílio (HOME CARE), ortopedia, neurologia, pneumologia, cardiologia, enfim fisioterapia geral. Em abril de 2010 comecei a dar aulas de Pilates estúdio, conciliando com atendimentos de fisioterapia também, até que com o passar do tempo foram aumentando os alunos de Pilates. Foi então que decide me dedicar somente ao método e onde estou até hoje. Completarei 10 anos trabalhando na área onde tenho muito orgulho e gosto muito!

Quais as indicações do Pilates?

O Pilates é indicado para qualquer pessoa que queira ter um corpo alongado, fortalecido e livre de dores! O método é muito indicado para quem tem dores na coluna (desde cervical, torácica e lombar), que é o que mais tem procura hoje, seguido de dores no joelho, tensões musculares. Ele também é indicado para pessoas com osteopenia ou até osteoporose, pois não é um exercício de impacto. O Pilates é indicado para grávidas e até para pessoas que não tenham dores, pois a técnica é um tipo de exercício onde pessoas buscam um corpo bonito e definido (pois você terá um corpo alongado e fortalecido sem ganho de massas musculares – hipertrofia) como acontece na musculação.

Equipamentos para realização do Pilates: técnica também é utilizada por pessoas que buscam um corpo bonito e definido

Pessoas de qualquer idade podem faze-lo, inclusive crianças?

O Pilates não possui uma faixa etária distinta. Todos podem praticar, porém sempre um aluno é diferente do outro, portanto isso muda na execução e na hora de ministrar as aulas. No caso do Pilates Gestante, as mulheres grávidas podem pratica-lo a partir da liberação do médico, o que vai ajudar e contribuir na hora do parto e também para que essa mamãe passe os 9 meses sem dores e disposta para seu dia a dia!!!

O método deve ser contínuo ou há um tempo limite para realiza-lo?

O Pilates pode ser feito 1, 2 ou até 3 vezes na semana e, como qualquer outro exercício físico, tem que ter continuidade. Eu tenho alunos há 8 anos comigo que nunca pararam. Tem alguns que procuram por alguma dor, ou por encaminhamento médico, os quais começam a praticar , melhoram muito e não param pelo bem estar que a técnica proporciona. Eu sempre falo que o aluno (a) tem que fazer e ir para as aulas porque gosta e não ir forçado. Você tem que achar o exercício físico que te dá prazer, que você goste de realizar, pois senão ao invés de liberarmos serotonina, que é o hormônio do prazer, liberamos cortisol que aumenta o nível de estresse.

Conte um pouco de suas aulas. Como são feitas? Quais os equipamentos utilizados?

As aulas são com até 2 alunos por horário, com duração de 1 hora. Elas são ministradas no estúdio de Pilates (que compreende os aparelhos Cadillac, reformer, chair, step barrel e ladder barrel), além do uso de molas, cada uma com uma resistência, caneleiras, halteres, bolas suíças, enfim “o que vale é a imaginação para complicar e dificultar”, como dizem meus alunos. Os exercícios são realizados com postura correta, respiração, contração do CORE e em uma média de 10 repetições cada exercício, pois no Pilates não existe séries já que o que importa não é “quantidade” ou seja quantas vezes o aluno vai repetir os exercícios, o que importa é a “qualidade” e perfeição na execução dos exercícios. “Não interessa o que você faz e, sim, como você faz”, como diria  Joseph Pilates.

Rachel destacou que a maior procura pelo Pilates são de pacientes com dores na coluna

Você tem alguma história de paciente que melhorou a qualidade de vida após a prática do Pilates?

Nesses praticamente 10 anos dando aula de Pilates tive vários alunos/pacientes que tiveram melhoras gritantes, pessoas que não podiam fazer suas tarefas diárias por conta de uma dor nas costas, por conta de dores nos joelhos, ombros, até enxaquecas e com a prática do Pilates puderam retomar suas Avds (atividade de vida diária). Isso me deixa muito feliz, pois é muito prazeroso para nós, enquanto profissionais, escutar sobre essas melhoras, escutar o aluno falar “não largo o Pilates nunca mais, mudou a minha vida!”.

O que o Pilates representa na sua vida profissional?

O Pilates hoje é minha profissão principal, a qual me dedico para poder oferecer sempre o melhor para os meus alunos. Porém, além dele, administro a clínica, juntamente com minha irmã Vanessa, onde temos vários profissionais da área da saúde que alugam salas, e mais a  natação hidroginástica e fisioterapia e que requer um tempo e também uma dedicação integral.

Como as pessoas que queiram fazer Pilates devem proceder? É preciso encaminhamento médico?

Para as pessoas que queiram iniciar a técnica do Pilates não é preciso encaminhamento médico, salvo as pessoas que tenham algum tipo de dor ou patologia que o médico julgue não favorável. Caso contrário a pessoa pode procurar diretamente a clínica e agendar uma avaliação fisioterapêutica, onde avaliarei a parte postural, encurtamento, a força muscular, analisar se a pessoa possui alguma dor ou já tenha um diagnóstico médico. A partir daí iniciaremos posteriormente as aulas.

A Equilíbrio fica à rua José Escudero, 11, Vila Formosa. Telefone: 3608-5622.
http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br