Trabalho em Rede abordará a vulnerabilidade social entre os alunos rio-pardenses

http://www.minhasaojose.com.br

Na Sessão Ordinária de terça-feira, dia 12, a vereadora Thais Nogueira solicitou às escolas públicas (municipais e estaduais) informações relativas aos alunos que estejam em situação de vulnerabilidade social, principalmente no tocante a procedimentos adotados quando isso é detectado nas unidades escolares.

O mesmo requerimento também foi direcionado à Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social, solicitando informações se há algum procedimento normativo para que as escolas encaminhem à Pasta os casos de alunos nestas condições.

“Muitas pessoas pensam que vulnerabilidade social seja apenas a questão da fome, da falta do alimento a esses alunos e alunas, mas não é. A vulnerabilidade social engloba também a violência doméstica, a drogadição, o abandono, a negligência, etc. Por isso estamos propondo a discussão em rede, ou seja, abordar o assunto entre as escolas, as Secretarias de Assistência e Saúde, o Conselho Tutelar, a própria Pasta da Educação justamente para que todos possam conhecer a realidade desses alunos, bem como auxiliar as escolas nesta questão de identifica-los e ajuda-los, cada qual à sua necessidade”, destacou a vereadora Thais.

Ela observou que, muitas vezes, a demanda se restringe às escolas, que na maioria das vezes não sabe como lidar com a situação ou pouco pode auxiliar nestes casos de alunos em situação de vulnerabilidade social.

“As escolas necessitam desse apoio de todos os órgãos que promovem algum tipo de política pública em relação ao tema, cada qual desempenhando seu papel, suas ações para, ao menos, minimizar os problemas enfrentados por esses alunos. É preciso detectar, informar, propor ações e realmente auxiliar essas crianças e adolescentes. Graças a Deus temos nestes locais referências em atendimento, acompanhamento e busca pela resolutiva dos problemas relativos à vulnerabilidade social, mas as escolas precisam ser inseridas nisso e suas demandas também atendidas nesta questão”, concluiu a vereadora.

“As escolas necessitam desse apoio de todos os órgãos que promovem algum tipo de política pública em relação ao tema, cada qual desempenhando seu papel, suas ações para, ao menos, minimizar os problemas enfrentados por esses alunos”, observou a vereadora Thais Nogueira

Texto: Natália Tiezzi – Assessoria Parlamentar da Câmara Municipal.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br