CIDADEDESTAQUEPOLICIAIS

“São José Mais Segura”: Projeto de monitoramento abrangerá, inicialmente, 40 pontos na cidade

http://www.minhasaojose.com.br

Texto: Natália Tiezzi

Na última semana, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito lançou o Projeto “São José Mais Segura”, sendo uma iniciativa que visa reforçar a segurança da população através de um sistema inteligente de monitoramento.

A proposta inclui a instalação de câmeras estratégicas, entre elas de monitoramento ostensiva, fixas e de identificação de placas de veículos, que abrangerá, inicialmente, cerca de 40 pontos estratégicos do município, armazenando as informações em nuvem e permitindo um monitoramento contínuo 24 horas por dia.

Entre as autoridades participantes do lançamento, a Polícia Militar, por meio do Comandante, 2º Sargento PM, Mateus da Cunha Bernardi, apresentou alguns números sobre a criminalidade em São José, levantados entre janeiro e outubro deste ano, que realmente merecem atenção, sendo 68 furtos residenciais, 13 furtos de veículos, além de ocorrências de furto e roubo na zona rural, vandalismo (pichações) e tráfico de drogas em praças, etc.

O “São José Mais Segura” chega para auxiliar a PM, bem como a GCM entre outros órgãos, na tentativa de melhor identificação e coibição destes crimes.

No Expediente Livre da Sessão Ordinária da Câmara desta semana, o vereador professor Rafael Kocian, que esteve presente ao lançamento do Projeto, explicou as fases para que ele seja implementado, bem como alguns pontos estratégicos que receberão as câmeras, levantados pela Guarda Civil Municipal, porém que a Secretaria está aberta a novas sugestões que, inclusive, podem ser destacadas pela população.

“Os munícipes podem sugerir outros pontos de monitoramento entrando em contato com a Secretaria de Segurança para que a Pasta analise e possa readequar o projeto, caso seja pertinente”, observou Kocian.

Ele explicou, ainda, que as próximas etapas do Projeto serão a criação de Comissão para estudo das regiões e apoio das forças de segurança, bem como dos munícipes, para dimensionar o mesmo; definir o modelo de contratação mais adequado e, após, a efetiva instalação dos pontos de monitoramento inteligente.

Estes foram os pontos mapeados pela CGM que receberão o Projeto de Monitoramento, entretanto, a Secretaria de Segurança Pública está aberta a novas sugestões de munícipes
http://www.minhasaojose.com.br