Projeto Guri: Em 16 anos, mais de 1.500 alunos já passaram pelo pólo de Rio Pardo

http://www.minhasaojose.com.br
Cursos para mais de 10 instrumentos musicais e canto coral são gratuitos e atendem alunos de 6 a 18 anos

Reportagem e texto: Natália Tiezzi Manetta

Uma grande oportunidade para que crianças e adolescentes iniciem na música, bem como se socializem e possam ter acesso a informações sobre temas relevantes por meio de inúmeros profissionais – e tudo isso gratuitamente. Assim é o Projeto Guri, que é mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, atualmente considerado o maior programa sociocultural brasileiro.

Em São José, o Guri funciona há 16 anos, tendo suas atividades iniciadas em junho de 2003. Neste período, mais de 1.500 alunos, entre 6 e 18 anos, passaram pelo projeto nos cursos de iniciação musical, canto coral e  instrumentos musicais como violão, violino, viola clássica, violoncelo, baixo-acústico, percussão/bateria, flauta transversal, clarinete, saxofone, trombone, trompete e eufônio), inclusive com ensino voltado a portadores de necessidades especiais.

Desde o mês de fevereiro deste ano, o Projeto Guri está de casa nova e está funcionando na extinta Casa de Cultura e Cidadania, no bairro Buenos Aires. Em entrevista ao site, a coordenadora Gisela Caparroz contou um pouco do dia-a-dia no Guri, parcerias e sobre o período de inscrições, que vai até sexta-feira, dia 23. Confira.

Aulas acontecem nas tardes de quarta e sexta-feira, a partir das 13h30

PROJETO ATENDE ATUALMENTE 150 ALUNOS

Gisela destacou que a mudança de espaço foi muito positiva para o Projeto. “Anteriormente, o Guri ocupava a antiga estação, um local que, na verdade, não era muito apropriado e se tornou pequeno. Aqui é mais amplo e contamos com a parceria e apoio da Prefeitura, por meio do Departamento de Esportes e Cultura, que nos cedeu este local. Hoje atendemos 150 alunos vindos de todas as regiões da cidade, de escolas públicas e particulares”, explicou.

Além do espaço, a Prefeitura cede transporte para os alunos, bem como um lanche, que é servido nas tardes em que o projeto acontece, sendo às quartas e sextas-feiras, a partir das 13h30.

“Costumo dizer que o Guri é muito mais que um projeto de iniciação musical, é um projeto socioeducativo, pois abordamos assuntos relevantes por meio de facilitadores, profissionais que vêm até aqui e se aprofundam nestes assuntos. O Guri está sempre atento às necessidades de cada aluno e o apoia no que for preciso tambem no tocante à informação, à socialização”, disse Gisela.

O Projeto conta ainda com algumas parcerias, entre elas o Lar da Infância e o Recanto do Pastorinho (Comunidade Católica Presença) onde seus alunos participam do Guri. Além disso, há também o Projeto Move, que consiste no intercâmbio entre alunos do Brasil, Malawi, Moçambique e Noruega.

Além das aulas, Gisela disse que o Guri se transformou muito nos últimos anos, inclusive com relação às apresentações. “Passamos a nos apresentar mais vezes, participar mais ativamente de eventos, não apenas aqui em São José, mas em outras cidades, inclusive participação no EmCena, cujas apresentações reúnem pólos do Guri de toda a região. O Guri de Rio Pardo se apresentará dia 27 de novembro, através das audições aqui mesmo no pólo; dia 2 de dezembro no Fórum e participará da programação especial de Natal da cidade, que será promovida pelo DEC. Além de colocar em prática a teoria, essas apresentações estimulam cada vez mais nossos alunos, proporcionando confiança, elevando sua autoestima”, declarou a coordenadora.

E o Guri sempre dá bons resultados. Muitos alunos que fizeram parte do Guri ingressaram no Conservatório de Tatuí, fazem parte de orquestras, sendo que alguns até optaram por serem Educadores, como é o caso do ex-aluno Eduardo Aguiar, que frequentou o Guri e atualmente é professor de violão no Pólo de Tapiratiba. “Isso é muito gratificante para todos nós, pois sabemos que o Guri é uma grande oportunidade na vida de muitos alunos e acreditamos nele”, finalizou Gisela.

INSCRIÇÕES VÃO ATÉ SEXTA, DIA 23

Para quem quiser participar do Projeto Guri, as inscrições vão até sexta-feira, dia 23. Elas deverão ser efetuadas no Pólo de Rio Pardo, a partir das 13h30.

O Guri oferece vags para alunos de 6 a 18, portanto, para fazer a inscrição a criança ou adolescente deve estar acompanhado pelo responsável, apresentar certidão de nascimento ou RG (original e cópia); comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar referente ao primeiro semestre de 2019; RG do responsável (original e cópia) e comprovante de endereço.

Mais informações sobre o Projeto Guri e inscrições pelo telefone 3682-9386.

Projeto Guri está funcionando na antiga Casa de Cultura e Cidadania, no bairro Buenos Aires
http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br