Programa Especialíssimo: Café de Capitólio é o melhor da safra 2020 da Cooxupé

http://www.minhasaojose.com.br
“Esperava pela classificação, mas conquistar o primeiro lugar é muita surpresa”, disse o campeão do Especialíssimo, Wilson Vicente Soares

O café arábica produzido pelo cooperado Wilson Vicente Soares na cidade de Capitólio (MG), é o campeão do Programa Especialíssimo da Cooxupé (Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé) e revelado como o lote de melhor qualidade da safra de 2020 na área de atuação da cooperativa mineira, que abrange o Sul e Cerrado de Minas Gerais e a média mogiana do estado de São Paulo. Soares foi premiado com o valor de R$ 25 mil.

“Esperava pela classificação, mas conquistar o primeiro lugar é muita surpresa. Agradeço a Cooxupé, incluindo a equipe de Piumhi, pelo trabalho desenvolvido junto conosco e por sempre nos incentivar a produzir café de qualidade. É muita emoção!”, define o campeão do Especialíssimo.

O café vice-campeão vem de Caldas, também cidade mineira, do cooperado Edir José de Carvalho, que ficou com o prêmio de R$ 20 mil. O terceiro lote de café mais bem avaliado é de Nova Resende, no sul mineiro, do cooperado Ricardo Bachião D’olivo, premiado com R$ 15 mil.

“É uma alegria imensa. O prêmio em dinheiro é importante, mas o mais especial é estar entre os cafés selecionados e conquistar o segundo lugar com a pontuação que tive. Sentimo-nos valorizados pelo nosso trabalho e agradecemos a Cooxupé e a SMC em nos ajudar a ter conhecimento do nível de qualidade do café que produzimos”, conta o produtor Edir.

No total, o Especialíssimo selecionou e premiou 50 lotes de cafés dos cooperados. Participaram do programa da cooperativa os cafés produzidos com índice de qualidade acima de 83 pontos. O resultado final foi declarado por uma equipe de 12 provadores da Cooxupé e da SMC Specialty Coffees, liderados pelo professor da Universidade Federal de Lavras, Flávio Borém, docente com larga experiência no nicho de cafés especiais. Foram analisados, por meio de provas cegas, atributos do café como acidez, doçura, corpo, balanço e retro gosto e aromas como frutados, enzimáticos, caramelados e florais.

“Os cooperados da Cooxupé estão encontrando no segmento de cafés especiais melhores oportunidades para agregar valor aos seus cafés e conquistar mais rentabilidade na atividade. O Especialíssimo nasceu com esse objetivo. A cooperativa, por meio de seu Departamento de Desenvolvimento Técnico, tem incentivado cada vez mais nossos produtores a produzir com mais qualidade e a cada ano estamos colhendo bons resultados devido ao empenho deles”, afirma o presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo.

Neste ano, o Especialíssmo recebeu 49.985 sacas de cafés especiais (Cooxupé + SMC), entregues por 431 cooperados. Já a quantidade de lotes também superou as expectativas, totalizando 771 em 2020.

Edir José de Carvalho, de Caldas, obteve o 2º lugar na premiação

“Todos os nossos esforços e ações são voltados para melhorar a renda dos nossos cooperados e a qualidade de vida das famílias produtoras associadas à Cooxupé. É importante também observar que este ano durante a safra tivemos um clima absolutamente favorável, com chuvas ocorridas até o mês de março e com estiagem na colheita. Esta situação aliada às boas práticas agrícolas que o produtor vem desenvolvendo em suas lavouras trouxe maior benefício na qualidade do café produzido”, destaca o vice-presidente Osvaldo Bachião Filho.

Premiação

Para o quarto lugar a premiação foi de R$ 10 mil; quinto lugar R$ 9 mil; sexto lugar R$ 8 mil; sétimo lugar R$ 7 mil; oitavo lugar R$ 6 mil; nono lugar R$ 5 mil; e décimo lugar R$ 4 mil. Os lotes que ocuparam do 11º ao 50º lugar foram premiados com R$ 3 mil cada. O total da premiação deste ano foi de R$ 229 mil.

Os lotes selecionados pelo Especialíssimo também tiveram a oportunidade de compor o blend do café Safra Especial e do Prima Qualità Raízes (lançando na solenidade de premiação), produzidos pela Torrefação da Cooxupé. O Safra Especial trata-se de uma edição limitada produzida aos finais de ano para celebração do período.

O cooperado Ricardo Bachião D’olivo, de Nova Resende, obteve a terceira colocação

Com informações e fotos da Phábrica de Ideias Comunicação.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br