Primeiro Emprego: Autoconhecimento é fundamental para conquista-lo e permanecer no cargo

http://www.minhasaojose.com.br
Psicóloga Débora Gusmão Olivieri ministrará curso direcionado aos jovens no próximo dia 28, na ACI

Reportagem e texto: Natália Tiezzi Manetta

A busca pelo primeiro emprego pode causar inúmeras dúvidas nos jovens, principalmente com relação ao básico para se conquistar uma vaga, como um currículo bem feito, o comportamento, que inclui até mesmo roupas adequadas para a entrevista, etc. Entretanto, outras questões também costumam afligir quem está à procura da primeira oportunidade de trabalho como, por exemplo, o medo de enfrentar novos desafios ou como demonstrar habilidades na nova empresa.

Todas essas questões serão abordadas durante o Curso “Meu Primeiro Emprego”, oferecido gratuitamente pela Associação Comercial e Industrial, que será promovido no próximo dia 28, a partir das 9h00, na sede da ACI.

Em entrevista ao site, a palestrante e psicóloga Débora Gusmão Olivieri destacou que, além destes temas, também abordará sobre “Linkedin”, “Pequenas Empresas, Grandes Negócios”, “Quanto Você Vale no Mercado de Trabalho”, “Qualidade de Vida no Trabalho” e “Você se Contrataria?”.

“Será uma excelente oportunidade para os jovens tirarem suas dúvidas e aquela insegurança que sempre bate com relação ao 1º emprego. O curso será bem dinâmico, sendo que as inscrições ainda podem ser efetuadas na ACI, das 8h00 às 18h00”, informou. 

SERÁ QUE VOCÊ QUER REALMENTE TRABALHAR OU APENAS O SALÁRIO?

Débora observou que os jovens precisam, antes de ir em busca do primeiro emprego, se autoconhecerem justamente para um direcionamento adequado entre o perfil do candidato e a vaga disponibilizada. “Muitos jovens não pensam na qualidade do trabalho, no quanto podem contribuir com a empresa e se aquele posto de trabalho é, realmente, algo que lhe trará outro benefício além do salário. É muito importante este autoconhecimento para que o jovem faça uma análise do seu perfil e busque um emprego não apenas pelo dinheiro. Quando isso acontece, na maioria das vezes, a permanência no trabalho é bem menor se comparada a alguém que possui esse direcionamento que, geralmente, é exposto e debatido por meio de terapias com os psicólogos”, disse.

Além disso, uma das principais queixas dos jovens é que as empresas não dão oportunidades para quem não tem experiência. “Acho muito importante que os empresários, comerciantes, deem essa chance para os inexperientes, pois, eles têm muita vontade de aprender. Além disso, os inexperientes podem ser treinados conforme as necessidades da empresa, aprendendo da forma como o empresário quer, sem vícios de outros empregos, por exemplo”.

ATENDIMENTO É E CONTINUARÁ SENDO TUDO

Mas, e depois de conseguir uma vaga? Débora salientou que o jovem precisa demonstrar interesse, se dedicar e, principalmente, desempenhar seu trabalho como se fosse o próprio patrão ou empresário. “O jovem precisa estar aberto a novos aprendizados, a opinar quando for solicitado, enfim, contribuir para o crescimento profissional dele mesmo e da empresa”.

A maioria dos postos de trabalho na cidade são para o comércio e, geralmente, na área de atendimento ao cliente que, muitas vezes, deixa a desejar por falta de comprometimento e treinamento do funcionário. “Funcionário tem que entender que seus problemas pessoais não podem interferir no seu rendimento profissional, inclusive quando se trata do atendimento ao cliente, que quer e precisa da atenção do vendedor sempre. Além disso, o empresário também precisa se ater ao treinamento de seus funcionários, que são essenciais para manter a qualidade no atendimento”.

Para finalizar, Débora destacou também a busca pela qualificação profissional pelos jovens. “Muitas vezes o jovem não consegue uma vaga no mercado de trabalho por falta de qualificação. Hoje existem muitos cursos acessíveis e até mesmo gratuitos para se qualificar. Basta querer e fazer. A qualificação faz toda a diferença na hora da contratação”, finalizou.

Para aqueles que sentirem a necessidade de um acompanhamento psicológico para se autoconhecere e direcionarem a carreira profissional, o contato da psicóloga Débora é (19) 98970-2118 ou pelo email: deboragolivieri.psi@gmail.com

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
Secured By miniOrange