P.S. atende cerca de 3 pacientes suspeitos de Covid-19 por dia

http://www.minhasaojose.com.br

“Ainda não é hora de afrouxar as medidas de prevenção. Temos que ficar mais atentos, principalmente por conta da abertura gradual do comércio”, observou Dr. Eliezer

Texto: Natália Tiezzi

Em entrevista à Imprensa da Prefeitura, o médico responsável pelo Pronto Socorro, Eliezer Gusmão afirmou que nos últimos 15 dias houve um aumento de pessoas atendidas com suspeita de Síndromes Gripais, o que inclui a Covid-19, no P.S. “No início de maio eram cerca de 2 pacientes por semana. Agora já são 2 a 3 por dia”, observou.

Ele explicou que tanto o número de suspeitos, casos confirmados, quanto as próprias mortes já registradas estão dentro do que era esperado, já que o vírus tem transmissão comunitária. “Esses números estão dentro dos parâmetros, uma vez que houve um aumento em todo Brasil, inclusive agora no interior. O que precisamos evitar é um aumento abrupto de casos para não sucumbir o Sistema de Saúde, principalmente o hospital”, destacou.

Neste ínterim, Eliezer orientou para que a população continue com as medidas de prevenção e, se puderem, para ficarem em casa, principalmente os grupos de risco, que são os idosos e doentes crônicos. “Não é hora de afrouxar esses cuidados, principalmente agora com a abertura gradual do comércio, mais movimentação. Idosos precisam tomar mais cuidado ainda, portanto, se puderem fiquem em casa”.

Eliezer também comentou sobre os casos positivos que estão ocorrendo no município. “Existem casos em crianças, adultos e idosos, porém, ao que notamos, os idosos estão tendo sintomas mais acentuados. As quatro mortes registradas foram, inclusive, de pessoas idosas que já chegaram para serem atendidas em estado mais grave da doença”.

O médico voltou a orientar que as pessoas devem procurar atendimento médico sempre quando tiverem dúvidas sobre os sintomas. “Está com algum sintoma gripal, procure um médico para um diagnóstico preciso. Não deixe esses sintomas se agravarem. Podemos evitar muitas complicações quando essa doença é descoberta no início, com tratamentos e sem a necessidade de internações”, concluiu.

A entrevista completa pode ser acessada na página oficial da Prefeitura no facebook: https://www.facebook.com/pm.riopardo1/

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br