Mulher no campo: Lançada 2ª edição do café especial Prima Qualità cultivado por elas

http://www.minhasaojose.com.br

Durante a comemoração do mês das mulheres, em março, a Torrefação da Cooxupé lançou a segunda edição do café especial Prima Qualità Cultivado por Mulheres.

Disponível na versão Moído (250 gramas), este café é, pois, uma seleção dos melhores lotes originados pelo Programa Donas do Café – da Cooxupé e da SMC Specialty Coffees.

A ação homenageia as produtoras e a força da mulher do campo. Dessa forma, a proposta é apresentar ao consumidor o melhor desses cafés cuja produção vem por mãos femininas.

De acordo com a Torrefação da cooperativa, a linha Prima Qualità tem o objetivo de levar aos amantes da bebida os melhores cafés especiais produzidos de forma sustentável. Isto no sistema cooperativista, por famílias que vivem da produção de café.

“Existe uma demanda do mercado e do consumidor para este tipo de produto exclusivo, que é um café especial e, principalmente, produzido por produtoras que estão direta ou indiretamente ligadas a todo esse processo produtivo. Incluindo todo trabalho de gestão e de cuidado de produção para chegar a este nível de qualidade. Assim, este café vem para premiar o trabalho dessas mulheres na cafeicultura e para atender o mercado que, sim, anseia por um café produzido por mulheres”, explica o superintendente de Torrefação e de Novos Negócios da Cooxupé, Mário Panhotta da Silva.

2ª edição Prima Qualità Cultivado por Mulheres

O lançamento de 2022 apresenta um novo blend, comparado ao do ano passado. Pois, vem da última colheita de café. Trata-se, portanto, de uma bebida especial, com nota geral de 87,5 pontos, aroma intenso, corpo cremoso e sabor floral com notas de frutas amarelas.

“Para as cooperadas representa a valorização de todo um trabalho e empenho da mulher na cafeicultura. O mercado quer uma integração da mulher neste segmento. E valorizar um café produzido por elas, contendo todo cuidado e carinho que a mulher tem na preparação de um café especial, que é algo delicado. Que precisa de um empenho a mais para conquistar alta qualidade. E é exatamente isso que estamos levando aos consumidores”, define Mário.

Assim, os consumidores encontrarão este café no varejo nacional, incluindo supermercados e casas de café e até mesmo na loja on-line da Cooxupé: cafescooxupe.com.br .

A edição 2022 do Prima Qualità Cultivado por Mulheres conta com os cafés produzidos por três cooperadas, que integram o Programa Donas do Café.

Helena Maria Resende Dolivo, de Nova Resende, nasceu no sítio São João. Assim, desde pequena acompanhava a dedicação de seus pais com o café.

Ao se formar no antigo magistério, exerceu um pouco da profissão, mas retornou à jornada do café após o casamento junto com o marido. “É muito gratificante o reconhecimento do nosso trabalho e fico imensamente feliz em saber que nosso café chega à mesa de tantas pessoas diferentes de diversos lugares. Produzir cafés especiais é uma sensação de vitória sem explicação. Sinto-me honrada em fazer parte do projeto Donas do Café, que reconhece as mulheres como atuantes na cafeicultura”, afirma.

A paixão pelo café

Já Ciomara de Carvalho é cooperada de Santana de Caldas. A paixão pelo café veio quando ela e o marido começaram os trabalhos no Sítio Mãe da Providência.

“Até então, eu não tinha nenhum conhecimento, então busquei por cursos que pudessem me auxiliar. Hoje em dia estou fazendo um curso técnico de Cafeicultura, pois acredito que nosso desenvolvimento profissional é constante”, pontua.

As tarefas na colheita são divididas. “Minha responsabilidade maior é a secagem dos grãos, que deve ser feita com atenção redobrada e muito cuidado. Cada detalhe será importante para obtermos cafés de alta qualidade. Eu e minha família tínhamos esse sonho de produzir cafés especiais e, em parceria com a Cooxupé e SMC, conseguimos transformá-lo em realidade”, declara.

Café por gerações

A cooperada Jéssica Paula Magalhães é do Sítio Córrego do Cavalo, em Nova Resende. A cafeicultura está presente na família dela há várias gerações.

“As mulheres têm recebido mais reconhecimento na cafeicultura brasileira. Sempre estivemos presentes na agricultura familiar, trabalhando no campo, com dedicação, e este reconhecimento nos incentiva a querer sempre mais, a buscar qualidade em nossa produção”, destaca a cooperada.

“É uma honra fazer parte da cadeia do café. É necessário nos mantermos atualizadas e nos adaptarmos para um futuro melhor. Investir em cafés especiais também é investir em nossas famílias e comunidades”, conclui Jéssica.

O Programa leva conhecimento teórico e prático às cooperadas, abrangendo, no entanto, todas as etapas do mundo dos cafés especiais: da produção ao consumo, com práticas sustentáveis, gerando melhorias e oportunidades em suas vidas.

Café especial na mesa do brasileiro

Além do café Prima Qualità Cultivado por Mulheres (Donas do Café), a Cooxupé possui outros cafés especiais no varejo nacional como o Prima Qualità Especialíssimo (que é de origem do Programa Especialíssimo) e o Safra Especial cuja edição é limitada e fica disponível para venda somente por e-commerce nos finais de ano.

Mário lembra que, por meio desses produtos, a cooperativa oferece, pois, ao consumidor o que produz de melhor. “Muitos ainda falam que os melhores cafés produzidos no Brasil vão para o exterior. Claro que boa parte vai. Mas hoje isto não é mais um fato integral. Temos aqui, por exemplo, cafés de primeiríssima qualidade nessa linha de cafés especiais da cooperativa e que podem chegar à mesa dos consumidores do Brasil”, aponta.

Por fim, Mário ainda diz que a produção de um café especial vai muito além da matéria-prima. Isto porque o contexto todo também é e precisa ser especial. “Desde o cultivo deste café, o preparo, a responsabilidade social, os cuidados de infraestrutura na propriedade e no pós-colheita, a armazenagem, até os próprios cuidados que nós da Cooxupé e SMC temos no preparo do grão, na seleção dos blends e na industrialização que ocorre por meio da nossa torrefação, que possui certificação internacional de segurança do produto. Oferecemos todo esse requisito de qualidade e, também, um produto seguro. Ou seja, além de especial é um produto que vai para a mesa das famílias de maneira segura. É especial em todos os sentidos!”, finaliza o superintendente.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br