“Meio Ambiente e Sustentabilidade após a Pandemia” foi tema de palestra na Escola do Legislativo

http://www.minhasaojose.com.br
Palestra foi ministrada pelo professor Bibo Bozzini

Texto: Natália Tiezzi – Assessoria Parlamentar da Câmara Municipal

Na noite de segunda-feira, dia 6, a Escola do Legislativo “Cidade Livre do Rio Pardo” promoveu a palestra “Os desafios do Meio Ambiente e a Sustentabilidade após a Pandemia”, que teve como palestrante o professor universitário Bibo Calsoni Bozzini, rio-pardense, que há anos reside e trabalha em Araras.

Conforme registros, a palestra contou com recorde de participação. Foram 215 inscritos de 13 municípios e 4 estados da federação (SP, MG, PR e PE), com participantes de Curitiba no Paraná até Olinda em Pernambuco.

No início de sua explanação, Bibo destacou a honra de participar do Programa Escola do Legislativo e falar para a população de São José, sua querida terra natal.

O professor iniciou destacando os vários biomas brasileiros e como todos eles possuem ralação direta com a qualidade de vida de cada um, mesmo que muitos não percebam isso. Ele também explicou as características de cada localidade.

“Podemos definir que o Meio Ambiente é um conjunto de interações de ordem física, química e biológica, que permite o equilíbrio ambiental e a sadia qualidade de vida. Portanto, qualquer mínimo desequilíbrio não afeta apenas a fauna e a flora, mas todo e qualquer ser vivo, inclusive como, infelizmente, temos notado com a mortandade de abelhas, por exemplo. Não é exagero falar que a abelha é uma grande aliada ao equilíbrio do Meio Ambiente”, observou.

Sobre a Sustentabilidade, Bibo destacou os pilares que a formam, sendo a responsabilidade social, proteção ambiental e sucesso econômico, também precisam estarem interligados para que, de fato, ocorra ações sustentáveis que reflitam na preservação do Meio Ambiente e no desenvolvimento de uma comunidade e nação.

Ao longo da palestra, Bibo fez uma interligação entre o Meio Ambiente, a Sustentabilidade e a Pandemia, chamando a atenção novamente para o problema do desequilíbrio ambiental que, inclusive, tem causado o aumento de casos de várias doenças, inclusive a Dengue.

“E vou além: a intervenção humana em matas nativas, conforme já alertou o cientista David Lapola, pode gerar desequilíbrio ecológico e exportar doenças do coração da floresta. Com a devastação na Amazônia, a próxima grande pandemia pode surgir no Brasil”, observou.

Sobre a Sustentabilidade, Bibo destacou que a própria higiene pessoal modificada com a pandemia foi uma forma de iniciar ações e discussões acerca de atitudes mais sustentáveis, inclusive à geração de emprego e renda.

“Acredito que tiramos algumas lições com a Covid-19, entre elas de que tamanho não é documento, visto a amplitude da pandemia devido a um vírus; que devemos acreditar na Ciência e toar cuidado com Fake News e que devemos fazer a nossa parte e também cobrar dos outros”, afirmou.

O presidente da Câmara, vereador professor Rafael Kocian destacou que a Casa Legislativa já possui e está colocando em prática o Programa “Câmara Sustentável” e que a preservação do Meio Ambiente também é uma questão de educação, adaptação.

“Desde que foi implantado, meses atrás, o Programa já contribuiu com a redução de 81.000 impressões em 2021, implantação da Usina Fotovoltaica, desenvolvimento de campanhas educativas, implantação de Coleta Seletiva, parceria para coleta de Lixo Eletrônico, substituição das torneiras convencionais por torneiras temporizadas (economia de 40% de água), elaboração de projeto para coleta de água de chuva, substituição de copos descartáveis por canecas e copos reutilizáveis. E isso só está sendo possível devido à colaboração de nossos servidores, que estão tendo a possibilidade de vivenciarem essa educação ambiental no dia-a-dia, e acredito que somente assim, de fato, essas ações funcionem: com informação, com dados, com consciência e empenho de todos para dar certo, como está ocorrendo na Câmara”, concluiu.

Bibo Bozzini também destacou que a Fundação Hermínio Ometto – FHO, de Araras, promove um projeto voltado à consciência ambiental, o Projeto Florestar, cujo objetivo é “promover a aprendizagem, a geração e a difusão do conhecimento, formando o profissional competente e o cidadão compromissado com a construção de um mundo social, ambiental e economicamente sustentável”.

O palestrante respondeu a questionamentos, principalmente de internautas que acompanharam a palestra de forma remota, e ao final recebeu um Diploma, oferecido pela Câmara à sua participação na Escola do Legislativo.

“Como disse anteriormente é gratificante contribuir com esse Programa e estarei sempre à disposição desta Casa para juntos expormos e debatermos temas tão relevantes e essenciais quanto aqueles ligados ao Meio Ambiente e sua preservação”, concluiu.

O conteúdo completo da palestra pode ser acessado pelo link https://www.facebook.com/camarasjriopardo/videos/543243074027765

CONFIRA ALGUNS MOMENTOS DA PALESTRA

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br