Dr. Marcelo Galotti aconselha: “Evite aglomerações, viagens, excursões – essa é a melhor forma de se prevenir do Coronavírus”

http://www.minhasaojose.com.br

Medidas, inclusive as mais drásticas, são para proteger a população para que não aconteça um pico de casos de uma só vez, o que sobrecarregaria o Sistema de Saúde

“Recomendação é que as pessoas não viagem, não participem de excursões, nem mesmo vão até feiras livres na capital ou praias. O momento é de prudência. Fiquem em suas casas. Respeitem a quarentena”. Essas foram as palavras enfáticas do médico infectologista Marcelo Galotti com relação às precauções que os rio-pardenses devem tomar ao novo Coronavírus.

Elas foram transmitidas pelo médico durante entrevista, ao vivo, pelo programa Prosa Caipira, da Rádio Difusora, pela página do Facebook na tarde de terça-feira, que contou com a participação de ouvintes. Galotti também esclareceu dúvidas do próprio apresentador, Branco Procópio, e da repórter do jornal Gazeta do Rio Pardo, Júlia Sartori, que participaram da transmissão.

Um dos principais questionamentos dos ouvintes foi com relação à permanência em casa, se realmente é necessária. Galotti explicou que sim, pois uma das mais eficazes medidas para evitar a transmissão é evitar a aglomeração de pessoas. “Temos que evitar qualquer local que aglomere pessoas. Viagens também são desaconselháveis. As pessoas precisam entender que esse vírus é de transmissão rápida”.

Ele também comentou sobre essas medidas mais drásticas que foram adotadas pelo Estado e municípios. “Todas as medidas se fazem necessárias para proteger a população e não ocorra uma ‘explosão’ de casos de uma só vez, o que sobrecarregaria o Sistema de Saúde, inclusive as Unidades de Terapia Intensiva, sendo que, como todos sabem, grande parte dos hospitais enfrentam déficits de leitos. Nossa maior desafio é ‘dosar’ a pandemia para que não aconteça a conformação de milhares de casos de uma só vez. Por isso se faz necessária a quarentena”, destacou.

Galotti respondeu ainda sobre dúvidas de colaboradores de empresas multinacionais que trabalham muito próximos e em grande número. “Se as empresas tiverem qualquer dúvida referente a como proceder com seus colaboradores, peço para que entrem em contato com a Vigilância Epidemiológica que estaremos à disposição para auxilia-las nesta questão.

A entrevista, na íntegra, está disponível na página da Rádio Difusora no Facebook.

ISOLAMENTO SOCIAL: “FAÇA O QUE ANTES VOCÊ NÃO TINHA TEMPO PARA FAZER COM SUA FAMÍLIA”

“Uma das maiores reclamações nos dias atuais é pela falta de tempo.
Mas, diante de tudo que estamos vivendo, onde o isolamento social se faz necessário devemos procurar alternativas positivas e saudáveis. Vamos aproveitar para brincar com nossos filhos, seja jogando um jogo, fazendo um desenho, fazendo um bolo ou assistindo um filme. Procure estar mais presente e fazer coisas que você não faz por falta de tempo.
Vamos aproveitar este momento para curtir mais nossos familiares. Agora a falta de tempo não é mais uma desculpa! Brinque, jogue, sorria…divirta-se para que este momento fique mais leve dentro da sua casa. Pânico e desespero não vão ajudar!”

As dicas foram passadas pela psicóloga Ana Amélia Junqueira Capuano em sua página no Facebook.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br