Cooxupé repassa R$ 3,2 milhões aos cooperados do Núcleo de São José do Rio Pardo

http://www.minhasaojose.com.br
Valor é referente à participação nos resultados obtidos no exercício de 2019, cuja produção da Cooperativa exportou mais de 5 milhões de sacas a 50 países

Com informações do Portal da Cidade Guaxupé. Texto final: Natália Tiezzi.

A Cooxupé (Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé) repassou R$ 3,2 milhões aos cooperados do Núcleo de São José do Rio Pardo, que compreende, além da cidade, outros municípios da região. O recebimento de cada produtor varia de acordo com a proporção das operações específicas realizadas com a Cooxupé no decorrer do ano seguindo as regras estatutárias da cooperativa. Esses valores já estão sendo injetados na economia das áreas de atuação da Cooxupé por meio desses repasses aos cooperados. 

De acordo com o presidente Carlos Augusto Rodrigues de Melo, a distribuição em espécie chega em um bom momento, contribuindo com a economia das regiões onde estão os cooperados. “Desde o final do ano passado estamos colaborando com a economia e com os nossos cooperados por meio do nosso programa de restituição de cota capital, beneficiando associados acima de 75 anos. Já em abril deste ano, com a pandemia, decidimos antecipar a distribuição aos nossos produtores de uma parte das sobras de 2019. E hoje, com a realização da Assembleia Geral Ordinária destinaremos aos nossos cooperados a parte final das sobras”, explicou Melo durante a AGO, que ocorreu na sexta-feira, dia 29 de maio.

MAIOR RESULTADO DA HISTÓRIA DA COOPERATIVA

O presidente da Cooperativa prosseguiu dizendo que todas as medidas adotadas desde dezembro de 2019 resultaram em uma distribuição de R$ 77,1 milhões em toda área de ação da Cooxupé, o maior resultado da história.

No total, as distribuições envolvem mais de R$ 57,8 milhões referentes aos resultados de 2019 e mais de R$ 19,3 milhões para o pagamento do PRCI (Programa de Restituição de Capital por Idade) implantado no final do ano passado. 

BALANÇO 2019: FATURAMENTO DE R$ 4,2 BILHÕES

O balanço de 2019, aprovado pelo Conselho Fiscal da cooperativa na AGO e auditado sem ressalvas pela PWC, registrou um faturamento de R$ 4,2 bilhões. Em 2018, o valor foi de R$ 3,793 bilhões. 

Em relação ao desempenho comercial, o balanço aponta que a cooperativa recebeu 5,1 milhões de sacas de café tipo arábica e embarcou 6,4 milhões para os mercados interno e externo, sendo que somente para as exportações foram 5,4 milhões de sacas, atendendo mais de 50 países. Já a SMC (Specialty Coffees), empresa controlada pela Cooxupé com atuação no mercado de cafés especiais, exportou mais de 85 mil sacas. 

Em 2019, a cooperativa também destinou mais de R$ 42 milhões para investimentos em ampliações, obras e reformas.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto:
Secured By miniOrange