“Clube da Leitura” será promovido na Praça XV de Novembro dia 8

http://www.minhasaojose.com.br

Encontro com voluntários visa estimular a magia dos livros e o prazer de ler aos rio-pardenses

Texto: Natália Tiezzi

Sentar à sombra de uma árvore, numa tarde de sábado, desfrutar dos prazeres de uma boa leitura e, como disse algum poeta, “conhecer o mundo com a imaginação”. Esse é o objetivo do “Clube da Leitura”, um grupo de voluntários que objetiva estimular o hábito de ler entre os rio-pardenses.

Uma das idealizadoras do Clube, Silveli Merli, esposa do escritor Hugo Merli, destacou a importância desse estímulo à leitura, principalmente nas crianças e adolescentes, bem como criar um ambiente agradável para que isso ocorra.

“Vamos levar cangas, pufs e almofadas à Praça para ficarmos mais à vontade e para as pessoas perceberem que é possível ter uma tarde tranquila e com uma boa leitura. Ler abre as portas para o mundo, muitas vezes desconhecido e possível de explorar a cada capítulo, folha ou título”, disse.

As leituras serão promovidas sábado, dia 8, a partir das 15h00, na Praça XV de Novembro e a ideia é que se esses encontros se tornem constantes. “Todos estão convidados: crianças, jovens, adultos, melhor idade. Esse primeiro Clube da Leitura será, na verdade, uma homenagem ao Dia do Leitor, 7 de janeiro e também teremos livros extras para quer quiser se juntar a nós”, acrescentou.

CULTURA E ARTE NA PRAÇA

Além do Clube da Leitura, Silveli disse que tem mais um projeto que quer colocar em prática, mas que ainda não foi possível por conta da pandemia, que é levar a Arte e a Cultura por meio de artistas rio-pardenses à Praça da Matriz.

“Sempre tem aquela pessoa que desenha bem, que pinta, que faz poemas, que dança, que canta e encanta os nossos corações pela naturalidade com que faz essas coisas, mas nem sempre a população conhece estes trabalhos. Por exemplo: temos 5 escritores em nossa cidade que muitas pessoas não conhecem, convivem com eles e nem sabem que eles escrevem e que já publicaram livros. Temos adolescentes que fazem desenhos como gente grande, pintores de quadros, etc. Neste projeto, que ainda está sendo amadurecido, a ideia é mostrar as habilidades desses verdadeiros artistas e que eles sintam essa segurança em expor e falar sobre seus talentos”, concluiu.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br