Confira o que foi assunto entre os vereadores na sessão da Câmara

http://www.minhasaojose.com.br
Obra do esgoto, a falta de água na cidade, melhorias em vias e estradas rurais e até mesmo a criação de um canal para denúncias sobre queimadas no município foram alguns assuntos abordados em plenário

Na 35ª sessão ordinária, promovida na terça-feira, dia 14, na Câmara, a obra do esgoto, a falta de água na cidade, melhorias em vias e estradas rurais e até mesmo a criação de um canal para denúncias sobre queimadas no município foram alguns assuntos abordados em plenário.

Confira, abaixo, outros temas que também geraram indicações e requerimentos dos vereadores ao Executivo e a outros órgãos e instituições.

DENÚNCIAS ÀS QUEIMADAS E INCÊNDIOS

O vereador professor Rafael Kocian sugeriu ao Executivo a criação de um canal de denúncias, com recursos de WhatsApp, para recebimento de vídeos, bem como orientação da população nos casos de queimadas e incêndios.

“O envio de vídeos auxiliaria o trabalho de combate às queimadas, inclusive sobre localização de focos. Além disso, a divulgação e orientação à população por meio deste canal é essencial, principalmente para que todos saibam como agir quando da verificação de ocorrência de queimadas”, justificou Kocian.

ASFALTAMENTO DE TRECHO DA RUA CURUPAITI

O vereador Antônio José Quessada Neto (Toco) solicitou informações junto à Prefeitura se há programação para asfaltar prosseguimento da rua Curupaiti, no trecho atrás da antiga estação ferroviária, usado principalmente por ônibus para acesso à Avenida Maria Aparecida Salgado Braghetta.

“Devido ao grande fluxo de veículos de grande porte, o trecho encontra-se com buracos, o que tem causado, segundo empresas que utilizam o local, danos aos veículos de transporte”, informou o vereador.

FANFARRAS

A vereadora Thais Nogueira solicitou ao Departamento de Esportes e Cultura (DEC) e à Secretaria Municipal da Educação informações relativas às fanfarras na cidade.

“Gostaria de saber se há planejamento de resgate das fanfarras no município, já que por anos elas foram executadas por muitas escolas e realmente faziam parte do patrimônio de nossa cidade, inclusive participando de eventos municipais e regionais”, observou a vereadora.

OBRA DE ESGOTO

As desapropriações para a continuidade das obras do tratamento global de esgoto no município foi tema de requerimento do vereador Henrique Torres ao Executivo Municipal.

O vereador questionou quanto ao estágio que se encontram essas desapropriações e quais as medidas tomadas acerca das mesmas, se as áreas estão sendo desapropriadas ou ocorrendo desafetação, compra.

CARTEIRA DE IDENTIFICAÇÃO

O vereador Gabriel Navega sugeriu ao Executivo e à Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social a instituição da Carteira de Identificação do Autista e do Portador de Síndrome de Down.

“Muitos municípios já instituíram a carteira, que tem como objetivo garantir a atenção integral, o pronto atendimento e a prioridade nos atendimentos e no acesso aos serviços de saúde, educação e assistência social aos autistas e portadores de Síndrome de Down. As referidas carteiras poderiam ser confeccionadas e distribuídas pelo CRAS, a exemplo de outras cidades”, justificou Navega.

ESTRADA AO CLUBE RIO-PARDENSE DE PESCA

O vereador Fernando Gomes sugeriu ao Executivo Municipal e à Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente a manutenção e melhorias na estrada de acesso ao Clube Rio-Pardense de Pesca.

“Usuários que frequentam o local reclamam sobre a necessidade dessa manutenção, bem como moradores, pois a estrada também é utilizada para transporte escolar”, justificou o vereador.

SABOTAGEM NO SISTEMA DE ÁGUA

O vereador Paulo Sérgio Rodrigues solicitou à SAERP informações sobre a constante falta de água no município, principalmente após possível sabotagem no sistema de abastecimento de água.

“Gostaria de saber se procede a informação de que um funcionário da SAERP estaria sabotando o fornecimento de água; se a Prefeitura já sabe quem é essa pessoa e quais as providências tomadas acerca do assunto”, indagou.

O vereador questionou também sobre quantos registros de água a SAERP dispõe na cidade e qual a segurança destes dispositivos, bem como se a entidade já sabe as razões que levaram essa pessoa a sabotar o sistema e que medidas a mesma está tomando para que o problema não se repita.

EMENDAS IMPOSITIVAS

O vereador professor Rafael Kocian solicitou ao Executivo Municipal informações sobre execução das emendas parlamentares impositivas previstas para o orçamento deste ano.

O vereador pediu o encaminhamento da relação das emendas já executadas integralmente, as que foram executadas parcialmente, as emendas que ainda não foram executadas, bem como as datas previstas para as execuções e as impossibilidades de execução, caso ocorrerem, além de cópia de parecer jurídico ou técnico sobre as impossibilidades.

SERVIÇOS DOS CORREIOS NO BAIRRO COLINA VERDE

O vereador Pedro Giantomassi solicitou informações à Agência local dos Correios sobre a prestação de serviços no bairro Colina Verde. “O bairro ainda não conta com a prestação de serviços da instituição, sendo que um dos motivos apresentados pela empresa era a falta de emplacamento das ruas, o que já foi sanado, inclusive por iniciativa de um morador”, justificou.

O vereador questionou, ainda, sobre quando está previsto o início dos serviços no bairro ou se há mais algum entrave que impossibilite esse serviço.

VARREDURA DE RUAS

O vereador Eduardo Ramos solicitou informações ao Executivo sobre serviços de varredura nas ruas centrais da cidade. “Há tempos não há mais serviços de varredura nas ruas centrais. Gostaria de saber quais são os motivos de não haver servidores responsáveis por esse tipo de atividade essencial nas ruas do centro”, justificou o vereador.

O vereador também sugeriu à CPFL a poda de árvores na Avenida Benedito dos Reis Scigliani, no bairro Buenos Aires, pois os galhos já estão prejudicando a fiação elétrica e a iluminação no local.

VIATURA AO CORPO DE BOMBEIROS

Por fim, o vereador Gabriel Navega solicitou informações à Secretaria de Segurança Pública e Defesa do Estado de São Paulo sobre a possibilidade de destinação de mais uma viatura ao Corpo de Bombeiros de São José do Rio Pardo.

“O Corpo de Bombeiros do município viu seu trabalho multiplicado nos últimos meses em virtude dos incêndios, principalmente na zona rural. A viabilidade de mais uma viatura auxiliaria a instituição nesta e em outras tantas ocorrências, garantindo mais ações e segurança aos moradores. Em caso positivo à solicitação, gostaria de saber qual seria a data prevista para a destinação dessa viatura ao município”, justificou e indagou o vereador.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto: