Pequena Bia: Um grande talento na arte de tocar saxofone

http://www.minhasaojose.com.br
A tímida e sorridente aluna contou que escolheu o exótico instrumento após ouvi-lo pela 1ª vez em uma apresentação no Projeto Guri

Reportagem e Texto: Natália Tiezzi Manetta

Um dos instrumentos mais exóticos e também não visto sendo tocado com tanta frequência por mulheres encantou a pequena Beatriz Brusamolino Baio Viana, de 12 anos. Mas, a história de Bia com o Saxofone Alto começou quando a menina-moça tinha apenas 9 anos.

“O primeiro instrumento que aprendi a tocar foi piano, aos 7 anos. Mas, durante uma apresentação do meu irmão, que fazia parte do Projeto Guri e tocava violino, fiquei encantada com o som do saxofone, que estava sendo tocado por uma menina. Acho que foi amor à primeira vista ou ao primeiro som”, disse a tímida e sorridente Bia.

Dedicada aos estudos, Bia tem aulas no Projeto Guri duas vezes por semana

Após a apresentação do irmão, a menina não demorou para pedir à mãe se podia fazer aulas de saxofone no Projeto Guri. “Até apresentamos outros instrumentos, mas ela queria mesmo o sax alto. Porém, como era ainda pequenina na estatura tivemos que adaptar para que sentasse e conseguisse toca-lo”, lembrou o professor Murilo Guisso Busso.

Bia confessou que no início foi difícil tocar o instrumento. “Estava acostumada com o piano e o saxofone é completamente diferente… Mas depois fui me adaptando e hoje não vivo sem ele”.

O jeito todo orgulhoso como Bia segura o sax e o toca chama a atenção. “Já na primeira vez que tocou ela tirou um som que muitos não tiram depois de meses tocando. Ela é um talento nato. Toca de um jeito especial. O saxofone é, realmente, a extensão do corpo dela”, destacou o professor.

E a reportagem pode comprovar as palavras de Murilo, já que Bia deu uma palhinha de toda sua dedicação e amor à música. O som sedutor do sax alto ganhou um tom mais estridente quando tocado, sem acompanhamento, pela aluna na música ‘We Are The Champions’, do Queen.

Sobre o que sente quando está tocando o saxofone, Bia resumiu em apenas uma palavra: “felicidade”. E é essa tal felicidade que também contagia seus pais, amigos e a todos que têm a honra de vê-la tocar com tanta graciosidade e, ao mesmo tempo, tanta audácia e tons marcantes esse belíssimo instrumento que, sim, está caindo nas graças também das mulheres, como observou o professor Murilo.

Ao final da entrevista, Bia juntou-se ao grupo de alunos de sax e flauta transversa e, novamente, emocionou a reportagem, dessa vez acompanhada pelos colegas e professor com a música ‘Viva La Vida’, de Coldplay.

A pequena notável em meio aos alunos do curso de sax e flauta, durante as aulas do professor Murilo: “O saxofone é a extensão do corpo dela”

Para o futuro, a menina de personalidade forte ainda não sabe se vai seguir a música, embora tenha declarado todo seu amor. “Eu amo música e queria muito ter uma banda formada por alguns amigos que tenho aqui no Projeto Guri. Mas também queria seguir a carreira de modelo, vamos ver, acho que ainda sou muito nova para me decidir. Neste momento, a música é mais importante”, concluiu a jovem estudante de saxofone.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br