Pacientes transformam espaço desativado do Conderg em jardim terapêutico

http://www.minhasaojose.com.br
Cerca de 30 deles participam do Projeto Terapêutico e, segundo psicólogo, estão se sentindo mais úteis e valorizando ainda mais o local onde vivem

Reportagem: Natália Tiezzi Manetta

Cerca de 30 pacientes neurológicos do Hospital Regional de Divinolândia (Conderg) estão encontrando um novo estímulo às terapias, bem como colocando em prática muita criatividade por meio de um projeto desenvolvido pelo setor de reabilitação neurológica da instituição.

De acordo com o psicólogo Bruno de Pietro, que atua neste setor, trata-se da reativação de um espaço desativado há anos e que está se tornando um local muito bonito e agradável no Conderg.

“Na verdade esse espaço era um jardim, mas estava desativado. Então tivemos a ideia de reativa-lo e fazer um trabalho terapêutico com os pacientes e, desde então, estamos reconstruindo esse local”, explicou.

Dentre as atividades desenvolvidas pelos pacientes, Bruno destacou a restauração de vasos, bancos e estátuas, deterioradas pela ação do tempo, bem como o plantio de árvores frutíferas e hortaliças para a horta orgânica da instituição.

O psicólogo explicou que a proposta terapêutica tem auxiliado os pacientes a se sentirem mais capazes e úteis, além de despertar o sentimento de pertencerem mais ao local que residem. “Apesar destes pacientes que participam diretamente da proposta pedagógica, todos os 150 pacientes moradores da entidade se beneficiam, pois o local está se transformando dia-a-dia, tornando-se um espaço viável a eles e também aos visitantes, que estão gostando muito do novo jardim terapêutico”, concluiu.

Bancos e vasos estão sendo restaurados pelos pacientes, dando mais vida ao local até então desativado
http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br