Menina de 8 anos e amiga fixaram mensagens de apoio em 100 lojas rio-pardenses

http://www.minhasaojose.com.br
Maria Clara, de apenas 8 anos, abraçou a ideia da amiga Valdeme e juntas fixaram os recados especiais nas lojas do comércio rio-pardense

Texto: Natália Tiezzi. Fotos: Alexandre Galego

Na segunda-feira, muitos comerciantes, colaboradores e a sociedade rio-pardense se comoveram com as mensagens de gratidão, otimismo e reconhecimento fixadas nas portas de algumas lojas e ficaram se perguntando quem seria a pessoa que teve a gentil ideia, já que os recados eram anônimos.

Pois as responsáveis pelo ato cidadão e solidário foram as amigas Maria Clara Simões Moreira, de apenas 8 anos, e Valdeme Santos que, na noite de domingo, fixaram as mensagens em 100 lojas do comércio. O pai de Maria Clara, Alexandre Galego, disse que a idéia das frases surgiu em um grupo de oração virtual, com membros de São José e Guaxupé. “Valdeme, cuja filha é amiga da Clarinha, falou sobre esse propósito de levar uma palavra de amizade e incentivo aos comerciantes e funcionários e, de imediato, minha filha topou e ficou empolgadíssima”, contou.

Ele destacou que a menina e a amiga se sentiram felizes e realizadas mesmo sendo um gesto tão simples. “Em certo momento em que levava as duas para deixar as frases nas lojas, perguntei à Clarinha se ela queria ir embora, pois já eram quase meia noite. Ela me surpreendeu e respondeu: ‘Não, pai. Vou ficar! Estou fazendo o bem. Só vou embora quando terminarmos tudo’”.

E Galego observou que só pararam porque as bexigas e mensagens acabaram. “Elas fixaram as mensagens nas lojas das principais ruas centrais. Realmente eu não imaginava a repercussão que essa singela atitude delas poderia surtir. Notei pelas redes sociais”, salientou, orgulho, o pai da menina.

Valdeme também deixou seu recado à reportagem. “Nosso intuito foi transmitir um pouco de amor e esperança para os trabalhadores do comércio. Sabemos que isso tudo vai passar e que Deus não nos desamparará, porém, temos que ser fortes e encorajarmos uns aos outros e não desistirmos jamais”.

Além de São José, a ação solidária também foi realizada em Guaxupé.

“Nosso intuito foi transmitir um pouco de amor e esperança para os trabalhadores do comércio. Sabemos que isso tudo vai passar e que Deus não nos desamparará, porém, temos que ser fortes e encorajarmos uns aos outros e não desistirmos jamais”, relatou Valdeme

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.