Márcio Zanetti: “Ainda não temos nomes à equipe de transição e não prometi cargo a ninguém”

http://www.minhasaojose.com.br
Ele também falou sobre o corte drástico que pretende fazer nos cargos comissionados ou de confiança

Entrevista e texto: Natália Tiezzi

Após a vitória nas urnas, o novo prefeito Márcio Zanetti recebeu a reportagem do www.minhasaojose.com.br em sua residência para falar sobre diversos temas relacionados à sua gestão. Acompanhado da esposa, Cristiane Zanetti, ele destacou ainda o diálogo que pretende sempre manter com os 13 vereadores eleitos com o intuito de otimizar a relação entre Executivo e Legislativo.

O empresário também afirmou que se afastará da gestão de sua empresa para se dedicar integralmente à Prefeitura e à população. “Pelo menos duas vezes por semana, tanto eu quanto a minha vice, dona Algemira Pinheiro, pretendemos atender os munícipes, ouvi-los em suas necessidades, estreitando a relação que iniciamos mais efetivamente durante a campanha”, destacou.

Por falar em dona Algemira, o prefeito eleito afirmou que ela juntamente com a primeira dama do município anseiam trabalhar juntas na questão do assistencialismo. Sobre isso a própria Cristiane se posicionou. “Acredito muito nesta parceria entre mim e dona Algemira. A intenção é estarmos próximas à sociedade, servindo como ponte entre o Executivo e os rio-pardenses para auxilia-los em atender suas demandas, com um olhar e ações femininos dentro dessa administração”, disse.

Sobre as propostas que divulgou em sua campanha, Zanetti afirmou que elas são exequíveis e já está em conversações para apoios nas esferas estadual e federal. “Já temos bons contatos em ambos e agora estamos fortalecendo mais alguns. Sabemos que essas aproximações são fundamentais para inúmeros projetos que desenvolveremos ao longo dos próximos 4 anos”.

E sobre as expectativas da população com relação ao ser governo, Márcio agradeceu seus eleitores pelos votos de confiança e foi enfático. “Não tenho varinha de condão para ‘arrumar’ a cidade do dia para a noite. O estrago feito até aqui não foi pequeno. Mas, todos os rio-pardenses podem ter certeza que vamos fazer uma gestão transparente, dando visibilidade a cada centavo investido. Fui eleito e serei um prefeito para servir, consciente da grande responsabilidade que tenho diante da São José que temos atualmente. Os desafios não serão poucos”.

Confira, abaixo, a entrevista na íntegra.

Márcio, durante a campanha você afirmou que iria promover uma reforma administrativa. Por onde pretende inicia-la?

Começarei essa reforma no primeiro dia do meu mandato. Primeiramente vamos analisar os cargos de confiança/comissionados e fazer cortes drásticos. O objetivo da nossa gestão é enxugar a estrutura, propondo um equilíbrio e utilizando melhor o recurso humano do funcionário concursado. Com isso vamos resgatar a dignidade e valorização dos mesmos por meio de políticas públicas, com planos de carreira, proporcionando mais segurança e oportunidade de crescimento profissional aos concursados.

Você prometeu cargos durante a campanha?

Nunca. Jamais poderia prometer aquilo que não me pertence. E garanto: não tenho ‘rabo preso’ com ninguém, ou seja, não há chance de qualquer pessoa vir até mim e me dizer que quer um cargo e eu assim fazer.

E como pretende formar sua equipe de governo? Já tem algum nome ao secretariado ou diretorias?

Esses cargos serão lotados por pessoas que unam conhecimento técnico e capacidade de relacionar bem com o funcionalismo e com a população. Ainda não escolhemos nenhum nome, inclusive vamos nos reunir ainda essa semana para tratar deste assunto e queremos contar também com auxílio do Legislativo nestas escolhas.

Sobre os 13 vereadores eleitos, como será a relação entre Câmara e Prefeitura?

A mais cordial e próxima possível. Não importa o partido, o que importa é que ambos os Poderes precisam trabalhar para a cidade. Inclusive já estou mantendo contatos com os eleitos para estreitar essa relação. Os anos em que fui vereador me deram uma grande experiência para também enxergar o lado do Legislativo com relação ao Executivo. A ponderação e o respeito precisam prevalecer. O que posso adiantar é que não haverá projetos de lei que contrariem a lógica.

E os canais com a população? Ouvi-la foi apenas na campanha?

De maneira alguma. Além de estabelecer esse canal com os rio-pardenses pelo menos duas vezes por semana presencialmente, seja com a Algemira ou comigo, vamos criar uma estrutura disponibilizando telefones, contatos via whatsapp para otimizar demandas cotidianas, com serviço de protocolo que funcione, sempre com vistas à resolução dos problemas a nós apresentados.

Como ficará a questão da gestão da autarquia como o DEC, por exemplo?

Primeiro não descarto a possibilidade de voltar a ser Departamento de Esportes, Cultura e Turismo, englobando esse último às atividades da autarquia. Segundo, o diretor presidente assumirá uma postura menos incisiva nas decisões relativas às diretorias de Esporte e Cultura. Queremos que essa incumbência seja dos próprios diretores, que terão mais liberdade para trabalhar, pois sabem exatamente onde estão os acertos e erros de cada uma. Também buscaremos o equilíbrio entre as atividades da Cultura, Esporte e Turismo, onde uma complementará a outra, principalmente com vistas ao turismo municipal.

Você citou políticas públicas. Elas também existirão na assistência social, uma das áreas em que a população mais sente essa defasagem?

Sim e talvez seja a pasta que mais necessitará delas para poder ser além de bem gerida, bem executada. Quero firmar novamente o compromisso dessa administração com o acolhimento das pessoas em situação de rua. Já há um projeto sendo desenvolvido neste sentido. Essas pessoas não ficarão desamparadas.

Educação, Saneamento Básico, Serviços Essenciais e Geração de Emprego. Resumidamente, como será sua gestão em cada um?

Educação: Nosso maior projeto consiste em atender, ao longo dos 4 anos, pelo menos 1.000 crianças em tempo integral, ou seja, atividades escolares num período e artes e esportes em outro. É possível fazer e não é um investimento alto. Dona Algemira tem amplo conhecimento neste tipo de assistência e queremos ampliar esse programa para que também englobe o Educandário São José.

Saneamento Básico: Sem dúvida a conclusão da obra do 100% do esgoto tratado. Para isso dependemos de alguns recursos que estão em tramitação com o Ministério Público para liberação, mas que temos certeza que serão aplicados nesta grande obra pelo menos para que 60% deste esgoto já seja tratável nesta primeira etapa.

Serviços essenciais: Acredito que o recapeamento seja o mais necessário em toda a cidade. Disponibilizaremos de um recurso de R$ 2 milhões anuais para esse fim.

Geração de Emprego: Primeiramente tirar do papel o projeto do novo Distrito Industrial. A iniciativa privada não consegue faze-lo sozinha, mas com o apoio da iniciativa pública sim. E a partir do momento que ele acontecer, de fato, a indústria será uma das maiores beneficiadas, assim como o empresariado e a geração de empregos acontecerá de forma natural, porque será necessária muita mão de obra. Desde a campanha já estamos mantendo contato com empresários que estão dispostos a investirem em suas empresas neste novo distrito. Agora é trabalhar, talvez até institucionalizando criando um conselho empresarial que seja mais próximo da administração.

Para finalizar, você esperava por essa vitória expressiva nas urnas?

Sim. Trabalhamos nos últimos 45 dias incansavelmente para obter esse êxito que, na verdade, não é a vitória do Márcio, mas a vitória da cidade, de uma população que clama por mudanças. Sentimos que os rio-pardenses nos abraçaram nas propostas, pois trabalhamos do início ao fim em uma campanha propositiva. Nos últimos 8 anos aprendi muito com meus acertos, com meus erros. E isso me fortaleceu também para enfrentar a campanha, que não foi fácil, sempre com muita serenidade. A população não vai ver um prefeito se vitimizando ou confrontando com ninguém. Reafirmo meu compromisso, que assumi em campanha, de ser atuante, vibrante, de trabalhar, dentro ou fora do prédio da Prefeitura, nas ruas, servindo a comunidade.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br