Da Covid à coleta de lixo: Confira os assuntos abordados na sessão da Câmara

http://www.minhasaojose.com.br

Na 12ª Sessão Ordinária, promovida na Câmara na terça-feira, dia 23, os vereadores abordaram desde a trágica morte de um jovem de 18 anos, cujo suspeito de alveja-lo é um Guarda Civil Municipal, até a Covid-19, bem como a manutenção de serviços básicos no município, como, novamente a coleta de lixo.

Ainda consternados com fato ocorrido que culminou na morte do jovem, os vereadores manifestaram pesares aos familiares, bem como analisam a possibilidade de uma CEI – Comissão Especial de Inquérito para auxiliar na elucidação dos fatos, bem como entender o funcionamento e práticas de trabalho interna e externas na Guarda Civil Municipal, a qual foi proposta pelo vereador Rubens Lobato Pinheiro Neto.

O vereador Eduardo Ramos fez inúmeras indicações ao Executivo para serviços de manutenção, entre eles limpeza de praça no bairro Santo Antônio, Natal Merli e serviços de tapa buracos no bairro Buenos Aires.

Ele também aproveitou a indicação do vereador Paulo Sérgio Rodrigues, que sugeriu à Caixa Econômica Federal a instalação de coberturas para proteção aos clientes, destacando que também elaborou propositura com indicação ao Executivo entre outras instituições, inclusive aos Correios, para que também estudem a possibilidade para instalar essas proteções.

Eduardo, inclusive, trouxe imagens da fila de munícipes que se forma quase diariamente na calçada entorno da agência dos Correios, faça chuva ou faça sol.

COVID-19: VACINAS E CONVÊNIOS

O vereador professor Rafael Kocian sugeriu ao Executivo Municipal a participação e divulgação de edital à captação de recursos para apoio a projetos de ajuda humanitária frente à pandemia de Covid-19, promovido pela Fundação Luterana de Diaconia (FLD). Ele também pediu informações mais detalhadas referentes ao Boletim Diário divulgado pela Vigilância Epidemiológica.

Neste ínterim, o vereador Henrique Torres sugeriu ao Executivo a aquisição de vacinas contra a Covid-19 em conjunto com municípios que fazem parte do Consórcio Regional de Municípios dos Hospital Regional de Divinolândia. Ele justificou alegando que é uma possibilidade para que a cidade tenha mais vacinas, uma vez que o lote mínimo para compra seria de 1 milhão de doses, entretanto viável se houvesse interesse da região para realização da compra em conjunto.

Ainda sobre a Covid-19, o vereador Paulo Sérgio Rodrigues destacou sua indicação para que os colaboradores que prestam serviço no Cemitério Municipal fossem inseridos no grupo prioritário à vacina. O representante do Executivo na Câmara, vereador Pedro Giantomassi afirmou que a Prefeitura já havia incluído os trabalhadores no grupo prioritário.

Aproveitando o assunto debatido, o vereador Gabriel Navega destacou enviará ofício ao Deputado Estadual Murilo Felix (PODEMOS) para auxílio nas possíveis aquisições da vacina contra a Covid-19 a São Joé do Rio Pardo.

LEITOS DE ENFERMARIA COVID-19 NO PRONTO SOCORRO

Pedro também respondeu ao questionamento do vereador Paulo Sérgio Rodrigues quanto ao funcionamento dos 10 leitos de Efermaria Covid-19 no Pronto Socorro. Ele destacou que os leitos já estão sendo utilizados pelos pacientes, inclusive auxiliando a Santa Casa neste momento em que os leitos da ala Covid-19 no hospital estão com ocupação máxima.

Sobre a abertura dos 5 novos leitos de UTI no município, Pedro destacou que os mesmos haviam sido autorizados pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

Também sobre a questão de novos leitos, Gabriel Navega manifestou que já conversou com o deputado Murilo Felix para também auxiliar o município à abertura dos mesmos.

FILAS NA VACINAÇÃO E BARREIRA SANITÁRIA

O vereador Henrique Torres questionou as longas filas formadas por ocasião da vacinação em idosos de 72 a 74 anos nesta semana. Ele apresentou fotos do Posto de Saúde Central, onde longa fila se formou antes do início da vacinação.

Para tentar diminui-las, o vereador Pedro Giantomassi explicou que a Secretaria Municipal de Saúde adotou a vacinação nos ESFs para idosos cadastrados nas unidades, bem como deve implantar o pré agendamento dos munícipes para a imunização.

O vereador Henrique também sugeriu ao Executivo que se faça barreiras sanitárias nos acessos ao município, principalmente nos feriados prolongados antecipados pelo governo estadual. Pedro Giantomassi disse que levará o pedido ao conhecimento do prefeito e também sugeriu a participação do Tiro de Guerra no tocante ao auxílio nessas barreiras, caso forem aprovadas. Ele deixou claro que o Executivo não pode ‘fechar’ as entradas da cidade, pois isso é inconstitucional, e que as barreiras servirão para orientar e medir a temperatura das pessoas que passarem pelas mesmas.

Ele destacou, ainda, que a Prefeitura deverá emitir alertas para conscientizar as pessoas de fora, principalmente de grandes centros, a não passarem os feriados em São José, bem como desestimular os rio-pardenses às viagens para evitar a propagação da Covid-19.

LIXEIRAS

A coleta de lixo foi novamente abordada na sessão pelo vereador Henrique Torres. Ele disse que uma vez que o Executivo não tem intenção de modificar a forma como ela vem sendo realizada e que isso vem gerando acúmulo de lixo em diversos bairros, bem como sujeira, já que muitas vezes fica amontoado por horas até que o caminhão o recolha, uma das possibilidades seria a instalação de lixeiras, tipo container, em pontos estratégicos nos bairros.

Ele sugeriu que a Secretaria Municipal de Obras estude a possibilidade e viabilidade para que a Câmara possa auxiliar na captação de recursos, se for o caso, para aquisição das lixeiras que, segundo o vereador, minimizaria o problema do lixo amontoado pelas calçadas.

Sobre essa questão do lixo, o vereador Eduardo Ramos disse que também é preciso fazer um trabalho de conscientização aos munícipes. Ele citou alguns locais onde a Prefeitura já efetuou limpeza, mas que alguns munícipes insistem em depositar lixo indevidamente momentos após a limpeza, entre eles a estrada de acesso ao antigo matadouro municipal e de acesso à Nestlé.

PLACAS COM NOME DE RUAS

O vereador Fernando Gomes solicitou ao Executivo a instalação de placas com os nomes de ruas no bairro Colina Verde. O assunto abordado pelo vereador é uma reclamação não apenas dos moradores do bairro citado, mas de outros bairros, sendo que muitos ficam sem receber correspondências porque os carteiros não sabem o nome das ruas.

Além disso muitas ruas estão com placas deterioradas, o que também precisa ser observado pelo Executivo e providenciadas as substituições.

As informações e fotos são da Assessoria Parlamentar da Câmara.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto:
Secured By miniOrange