“Clube de Mães Loreto”: Mais de 40 anos ensinando Bordado e Costura às rio-pardenses

http://www.minhasaojose.com.br

Fundado pela saudosa Lourdinha Fontão, encontro acontece sempre às terças-feiras no salão da igreja Nossa Senhora do Loreto

Reportagem e Texto: Natália Tiezzi Manetta

Passar o tempo, aprender algo útil para o dia-a-dia ou até mesmo transformar os ensinamentos em profissão. Não importa o objetivo, mas sim o comprometimento e a dedicação de inúmeras mulheres, que se reúnem todas as terças-feiras para aquela conversa animada e, claro, para produzirem peças lindas, sejam de roupas, panos de prato, caminhos de mesa e até tapetes no Clube de Mães Nossa Senhora do Loreto”.

O Clube, fundado pela saudosa Lourdinha Fontão, é um dos mais antigos da cidade em funcionamento: São mais de 40 anos reunindo centenas de mulheres de todos os bairros. E os encontros seguem sempre o mesmo ritual, primeiramente com a reza do Terço, leitura do evangelho e comunhão, e depois as aulas de Corte e Costura, Bordado e Crochê.

Os encontros são iniciados com a reza do Terço na igreja Nossa Senhora do Loreto

“Muitas vêm porque encontram nas aulas uma terapia, uma forma de ocupar o tempo com coisas que realmente gostam de fazer, além de se sentirem produtivas, mesmo após os 50, 60 anos”, explicou a coordenadora do Clube de Mães, Maria José Amadio Osse.

No curso de bordado e crochê, por exemplo, todo o material é fornecido pelo Clube, adquirido com a comercialização dos produtos confeccionados pelas voluntárias, principalmente os delicados panos de prato. “Comercializamos aqui mesmo no salão da Igreja Nossa Senhora do Loreto às terças-feiras e também muitas levam para suas casas e comercializam, sendo que o recurso é utilizado na aquisição de material para o curso. E quando há excedente fazemos doações a entidades”, disse.

OPORTUNIDADE DE APRENDER UMA PROFISSÃO

Já no curso de Corte e Costura, ministrado pela costureira Hilda Cândida Bueno há mais de 25 anos, as alunas levam o material, pois os cortes são sob medida para elas. “Procuro ensinar o básico e elas são excelentes alunas. Quando tenho que chamar a atenção, chamo mesmo, pois quero que realmente aprendam. Mas é uma turma muito boa e aplicada”, afirmou.

No dia em que a reportagem esteve no curso, por exemplo, algumas delas estavam apresentando, com orgulho, peças como blusas, camisas, etc, à professora Hilda. “É gratificante ver como elas evoluem. Algumas é mais fácil ensinar, outras mais difícil, mas todas estão demonstrando que têm potencial”.

Nestes mais de 20 anos ensinando Corte e Costura, Hilda disse que centenas de mulheres já aprenderam as técnicas. “A maioria para costurar em casa mesmo, para a família, mas já teve e têm mulheres que realmente vêm para aprender e levam a costura como profissão”, destacou a costureira.

Assim aconteceu com Ana Mara Rodrigues Magalhães que, depois que a sogra passou por problemas de saúde, enxergou nas linhas e agulhas uma nova oportunidade de trabalho. “Fiquei com algumas máquinas de minha sogra, que tinha uma pequena confecção, mas nunca imaginei que pudesse costurar. Há um ano frequento as aulas da dona Hilda aqui no Clube de Mães. Confesso que comecei para fazer algumas roupas ao meu filho, mas já até comercializei algumas. Realmente, o Corte e Costura está se tornando uma profissão para mim”, afirmou Ana Mara.

Para quem quiser conhecer o Clube de Mães e participar dos cursos de Bordado e Crochê, basta comparecer às terças-feiras, a partir das 13h30, na Igreja Nossa Senhora do Loreto, no Jardim Aeroporto. Já para participar do curso de Corte e Costura, realizado no mesmo horário, é preciso levar o material (corte de tecido), bem como as vagas são limitadas.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores minhasaojose@uol.com.br