A “Realidade e Futuro do Varejo” foi tema de palestra aos empresários rio-pardenses

http://www.minhasaojose.com.br
Abordagem, realizada pela consultora Talita Medeiros, faz parte de um programa voltado aos comércio varejista e desenvolvido entre o Sebrae e a ACI

Reportagem e texto: Natália Tiezzi Manetta

Na noite de quarta-feira, o Sebrae, em parceria com a Associação Comercial e Industrial, promoveu a palestra “Realidade e Futuro do Varejo”, direcionada aos empresários rio-pardeses. O encontro faz parte de um programa desenvolvido entre ambas instituições para fortalecer o comércio varejista, unindo estratégias para o êxito nos negócios.

Com o auditório da ACI lotado, a consultora Talita Medeiros, que há 12 anos presta seus serviços junto ao Sebrae, destacou desde soluções simples a investimentos um pouco mais ousados para atrair e fidelizar o cliente. “As mudanças estão acontecendo mundialmente e o comércio varejista, seja qual for a área, precisa acompanhar e se adaptar a essas mudanças, principalmente porque o próprio consumidor mudou: desde as suas perspectivas até seus objetivos quando buscam por um produto”.

Talita observou que acompanhar essas mudanças, que são constantes, não é fácil, mas é a única maneira de se obter êxito no varejo atualmente. “Hoje o comerciante, empresário, precisa aprender a lidar com pelo menos quatro gerações de consumidores, desde a Melhor Idade até o adolescente e a criança que já sabe comprar pela Internet, por exemplo”.

Aliás, a consultora chamou a atenção para um nicho comercial que vem crescendo há anos e a tendência é continuar esse crescimento: o comércio eletrônico. “O Smartphone se tornou o centro das relações e transações comerciais hoje e praticamente todas as empresas, independente do tamanho, devem se preocupar em manter uma ‘vitrine digital’, ter seu comércio ao menos cadastrado na internet. Não espere mais o cliente vir até sua loja. Ofereça-a para que ele a conheça da palma de sua mão. Faça com que ele tenha uma experiência positiva ao primeiro toque na fan page de sua empresa. Essa ‘ferramenta de trabalho’ se tornou imprescindível no varejo”.

Empresários rio-pardenses lotaram o auditório da ACI e acompanharam as dicas da consultora sobre o comércio varejista

DE IDEIAS SIMPLES ÀS INOVADORAS: EXPERIÊNCIAS DE COMPRAS

Embora as vendas pela Internet estejam crescendo, ainda há uma boa fatia do mercado consumidor que compre nas lojas físicas. “Mas, se você tiver ou pensar em ter aquele modelo de negócio do século passado, onde você esperava o cliente atrás de um balcão com suas mercadorias expostas sem nenhum cuidado em atrair a clientela, sinto muito mas as chances de dar certo são mínimas. O cliente, e isso independentemente da idade, está sempre em busca de resolver um problema e de novas experiências ao adentrar uma loja. E nós, enquanto empresários, temos que tentar resolver o problema dele e por que não de uma forma agradável, proporcionando algo novo, algo que chame a atenção ou até algo que mexa com as suas emoções?”

Talita apresentou diversos cases de sucesso de empresas que usaram e abusaram da criatividade para, literalmente, envolver o cliente antes, durante e até após a compra. “Um painel para uma foto, uma forma de experimentação do produto, uma degustação, levantar ‘uma bandeira’ por uma causa social. Ideias simples que mexem com as emoções e fazem com que o cliente se sinta parte da compra, interaja com ela. O objetivo será sempre fazer o cliente sentir vontade ir, estar e voltar à sua loja”.

A palestra contou ainda com a participação dos empresários rio-pardenses Raquel Martins e Binguinha Viana, que procuraram o Sebrae para orientações e auxílio na realização de seus projetos e hoje são exemplos de empreendedores na cidade, bem como parceiros do Sebrae.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br