Grupo Gota de Vida incentiva rio-pardenses à doação de sangue

http://www.minhasaojose.com.br

Isolamento social dificulta o transporte coletivo até o hemocentro de São João da Boa Vista. Grupo está incentivando que doadores se locomovam em veículo próprio

Nesta época de isolamento social, os hemocentros registram uma drástica redução de doações de sangue. Entretanto, o que não falta é incentivo para que os doadores continuem a realizar esse gesto de solidariedade.

Em São José, por exemplo, o Gota de Vida está promovendo uma campanha para incentivar os rio-pardenses às doações. De acordo com Bruno Maejima, integrante do grupo, um dos maiores problemas enfrentados com a Pandemia é com relação ao transporte dos doadores, já que o hemocentro mais próximo fica em São João da Boa Vista. “A grande dificuldade encontrada no período de isolamento social não se refere diretamente ao ato da doação em si, que por sinal as doações estão passando por um período alarmante de baixa, mas com relação ao transporte coletivo (Van; Micro e Ônibus), sendo que o trajeto, por mais curto que seja, torna-se arriscado por manter pessoas aglomeradas em um local com curta distância entre si”, destacou.

Apesar de não fazer campanha com transporte coletivo, o Grupo está incentivando que os doadores se locomovam até o hemocentro com carro ou moto próprias para realizarem a doação. “Fazemos um apelo à população: quem puder se locomover em veículo próprio não deixe de doar sangue, principalmente neste período, onde temos muitas pessoas hospitalizadas”, observou Bruno.

Para quem estiver disposto a este gesto de solidariedade ao próximo, o hemocentro de São João da Boa Vista está funcionando com agendamentos para as doações, medida preventiva ao Covid-19. O telefone para agendar a doação é (19) 3633-7036 ou (19)99911-6888. Neste telefone também é possível tirar dúvidas sobre a doação.

“O hemocentro de São João da Boa Vista funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h00 e aos sábados, das 7h00 às 11h30. Porém, as pessoas precisam agendar horários para doação de sangue para evitar aglomerações neste período da pandemia. Ressaltando que a doação de sangue é segura, não dói e é um gesto de amor ao próximo”, disse Bruno.

GRUPO GOTA DE VIDA

De acordo com o integrante do grupo, “o projeto foi iniciado através de uma ideia que 5 amigos universitários rio-pardenses tiveram ao doar sangue em São João da Boa Vista em abril de 2019. Ao analisar o local foi constatado pelo grupo que o banco de sangue passava por uma necessidade grande de repor estoque, uma vez que é responsável pelo abastecimento dos hospitais da região”.

Foi então que junho daquele mesmo ano foi promovida a 1ª campanha, lotando um ônibus de 50 lugares,além de 1 carro com 5 lugares. “Desde então, novas pessoas ingressaram na organização e o grupo, além das campanhas de doação de sangue, também se mobilizou em iniciar campanhas para cadastro de medula óssea para possíveis doações posteriores. Com o grupo, 185 pessoas já foram doar sangue e 90 cadastraram medula óssea. Esperamos que este número aumente e que a solidariedade dos rio-pardenses também seja voltada à doação de sangue e cadastro de medula”, concluiu.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br