Fonoaudióloga Marina Canavezi fala sobre a perda da audição e os avanços nos aparelhos auditivos

http://www.minhasaojose.com.br

Ela é representante da ReSound, marca centenária em aparelhos auditivos, que já dispõe de sua tecnologia em São José do Rio Pardo

A audição, um dos sentidos do corpo humano, desempenha um papel único, pois é responsável pela aquisição de conhecimento e integração social dos indivíduos. Quando não desempenha corretamente sua função podem surgir algumas situações de desconforto relacionadas às interações sociais, até mesmo dentro da própria família.

Embora a perda auditiva ainda seja um pouco cercada por mitos e preconceitos, a boa notícia é que a tecnologia empregada no desenvolvimento de aparelhos auditivos está cada vez mais avançada, e entre as marcas de renome no mercado está a ReSound, uma empresa com mais de 150 anos de experiência na arte de recuperar a audição, proporcionando muito além de ouvir bem, mas recuperando a sociabilidade dos pacientes.

Para falar um pouco sobre a perda auditiva, bem como sobre os aparelhos da ReSound, o www.minhasaojose.com.br traz uma entrevista com a fonoaudióloga Marina de Oliveira Canavezi Capecci. A experiente profissional, que é especialista em próteses auditivas, destacou os alertas que todos podemos perceber para evitar ou tratar a perda da audição.

“A perda auditiva, na maioria das vezes, ocorre de forma lenta, silenciosa e, por isso, demora a ser percebida por algumas pessoas. O zumbido também é um sinal importante de que o ouvido pode não estar bem. Se ele for persistente é necessário procurar um especialista para uma avaliação mais detalhada”, observou.

Marina Canavezi observou que a perda auditiva vai muito além das dificuldades em ouvir bem, podendo, inclusive, comprometer a sociabilidade dos pacientes

Marina disse, ainda, que a perda auditiva pode causar outros problemas além da dificuldade em ouvir. “A dificuldade de ouvir sons do dia a dia como: conversas casuais, culto na igreja, um colega de trabalho, um atendente no mercado, a professora, assistir TV, falar ao telefone, entre outras situações, podem gerar desde irritabilidade até o isolamento social”.

A fonoaudióloga afirmou que perder a audição não é condição apenas para um grupo de pessoas. “Uma a cada três pessoas com mais de 65 anos tem algum grau de perda auditiva. E apesar de mais comum em idosos, as dificuldades auditivas também afetam os mais jovens, devido a diversos fatores, incluindo doenças na infância, fatores genéticos, doenças metabólicas e infecciosas, exposição ao ruído alto ou medicamentos. Na verdade, todas as pessoas, de todas as idades, podem sofrer perda auditiva”, disse.

O TRATAMENTO PRECOCE É MUITO IMPORTANTE

Marina explicou que em casos de perdas auditivas, mesmo que de grau leve, do tipo neurossensoriais, quando o nervo auditivo foi acometido, o tratamento pode ser a indicação de aparelho auditivo, pois mesmo em casos de déficit leve existe a possibilidade de declínio cognitivo.

“Como já observado, a perda auditiva não apenas afeta a condição de ouvir os sons. Secundariamente a ela existem outros comprometimentos centrais que podem levar o indivíduo a ter sintomas relacionados de mudança de comportamento social, redução da capacidade de memória, desatenção, incapacidade de acompanhar conversas e até depressão por isolamento. Por tais motivos, quanto antes identificada a perda auditiva e tratada precocemente, menor será a repercussão destes sintomas.

E a fonoaudióloga lembrou “que atualmente há inúmeras opções de tratamentos disponíveis, portanto, poucas razões para não procurar ajuda”.

Os aparelhos ReSound garantem aos pacientes a satisfação de poder usufruir de tecnologias que se assemelham a audição natural

A RESOUND APARELHOS AUDITIVOS

Uma das mais completas opções em aparelhos auditivos, que dispõe de tecnologia avançada a preços acessíveis é a ReSound. A marca faz parte do grupo GN, sendo uma empresa centenária, multinacional, com sede em Copenhagen, na Dinamarca e presente em mais de 100 países ao redor do mundo.

“A GN iniciou as suas atividades em 1869 e foi a empresa responsável pela primeira conexão telegráfica entre a Europa e a China. Desde então, a GN vem construindo o seu legado de inovação tecnológica. A marca ReSound, a qual represento, se destaca dentro do grupo GN como uma marca Premium, cujo foco é garantir às pessoas com deficiência auditiva a satisfação de poder usufruir de tecnologias que se assemelham a audição natural”, explicou Marina.

Um dos destaques da ReSound é o LiNX Quattro. “É um produto Premium que garante ao usuário de aparelho auditivo uma experiência sonora incomparável, conectividade completa e inigualável, suporte e personalização através do uso de aplicativos para os Smartphones, assim como a possibilidade de solicitar ajustes finos à distância para o seu Fonoaudiólogo, transmissão de áudio do seu smartphone diretamente ao aparelho auditivo, tecnologia recarregável com duração de até 30 horas de bateria. Sem dúvida, é a Solução Auditiva mais Avançada do Mercado. Além de ouvir mais, os aparelhos da ReSound proporcionam uma vida mais feliz, sendo e fazendo mais”, concluiu.

Para saber mais sobre a perda auditiva, fazer uma consulta e conhecer a linha completa da ReSound Aparelhos Auditivos, a fonoaudióloga atende em seu consultório, na Prima Centro Clínico, à Rua Benjamim Constant, número 320, telefone: (19) 3608-5203 ou (19) 97146-3141.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto:
Secured By miniOrange