UNIP debate o tema Gordofobia em live

http://www.minhasaojose.com.br

“Uma dieta lhe cairia bem”. “Isso só podia mesmo vir de gordo”. “Gordinhos não fazem mal a ninguém, eles só comem e ‘ficam na deles’”.

Essas são apenas algumas das inúmeras expressões de preconceito com quem está acima do peso. A carga de discriminação atinge o indivíduo em todo o seu círculo social e até no mercado de trabalho.  Trata-se da Gordofobia, um neologismo criado justamente para definir tudo isso.

Para conversar sobre o assunto, a UNIP convidou a Profa. Agnes Arruda, que é doutora em Comunicação pela Universidade, para a live “Peso, mídia e preconceito”, que acontece dia 20 de setembro, às 20h.

Na live, a Dra. Agnes fala sobre sua tese “O peso e a mídia: uma autoetnografia da gordofobia sob o olhar da complexidade”, explicando aos internautas os seguintes pontos:

O que é Gordofobia?

Qual o estigma dos obesos na sociedade contemporânea?

Qual a relação desse estigma com a mídia?

Como estão os estudos nessa área?

Quais são os efeitos da Gordofobia na vida de uma pessoa? Ela afeta as mulheres de maneira mais intensa do que aos homens?

Como ensinar essa nova geração a se aceitar como cada um realmente é e, com isso, respeitar o outro?

– A tese “O peso e a mídia: uma autoetnografia da gordofobia sob o olhar da complexidade”.

Acesse:

https://www.youtube.com/user/UNIPOficial

https://www.linkedin.com/school/unip/

https://www.facebook.com/UNIPoficial

​ 

Roberta Abrahão
Assessoria de Imprensa
Grupo UNIP-Objetivo

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br