Nutricionista Fábio Tavella dá dicas de alimentos saudáveis e acessíveis para cada refeição

http://www.minhasaojose.com.br
Ele afirmou que é possível fazer uma alimentação saudável gastando pouco, principalmente com frutas, verduras e legumes de época

Entrevista e texto: Natália Tiezzi

Que alimentos ingerir em cada refeição? Manter uma dieta saudável custa caro? Será que é possível se alimentar de forma saudável gastando pouco? Essas são perguntas frequentes  no consultório do nutricionista Fábio Tavella.

Em entrevista ao www.minhasaojose.com.br, ele explicou que é mito essa história que alimentos saudáveis têm preço elevado e afirmou que é possível ter uma alimentação rica em fibras, proteínas e vitaminas com variações alimentares bem acessíveis.

Ele também destacou alimentos que podem e devem ser ingeridos em cada refeição e por todas as idades. “Os alimentos citados abaixo fazem parte de uma dieta balanceada e que podem ser ingeridos por pessoas de todas as idades. Porém, sempre faço esse alerta para que as pessoas façam uma consulta ao nutricionista para que ele prescreva corretamente a dieta individualizada, conforme as necessidades de cada um, bem como faça uma avaliação sobre comorbidades, alergias alimentares, etc”, observou.

Fábio destacou que o ideal é que cada pessoa ingira de 500 a 700 gramas de alimentos crus por dia, o que inclui saladas, frutas, verduras, sucos, principalmente devido à quantidade de fibras que esses alimentos possuem, o que ajuda no funcionamento do aparelho digestivo, inclusive intestino.

“No café da manhã, por exemplo, podem ser ingeridas frutas, aveia, granola, ovos, leites vegetais. As frutas podem ser de época, que, geralmente têm preço melhor. Nesta primeira refeição do dia evitaria os derivados de gluten (pães, bolos, bolachas)”, orientou.

O nutricionista reiterou que não é a favor de dietas radicais de exclusão de alimentos, mas sim o consumo moderado. “Alguns alimentos podem causar ansiedade, entre outros malefícios. Não sou a favor da exclusão de pães, por exemplo, mas é importante buscar orientação com o nutricionista para que seja avaliado esse consumo”.

Já no almoço, as dicas de Fábio são as saladas com variações de folhas, além de tomate, legumes, inclusive aqueles que estão em promoção nos mercados. “São muito saudáveis, inclusive o chuchu, a beterraba, a cenoura. Eles podem ser cozidos no vapor e os temperos utilizados são aqueles de horta, os mais tradicionais: salsinha, cebolinha, manjericão, açafrão, alho, cebola, bem como sal rosa. Procurem evitar temperos industrializados!”, recomendou.

As saladas do almoço podem acompanhar carnes de frango, bovinas suínas e peixes, que também podem ser temperadas com os temperos naturais citados acima.

Fábio também destacou a importância da ingestão de grãos como feijão, amendoim, lentilha, grão de bico, soja, que também podem ser utilizados no almoço.

No lanche da tarde, o nutricionista que podem ser feitos até dois lanches, com horários alternados e que podem conter frutas com granola, aveia ou chia, entre elas a banana e o mamão ou saladas de frutas sem a carambola. “Também há lanches diferentes como ovos cozidos, tapioca com banana, inhame ou batata doce, que podem acompanhar um cafezinho, chás ou sucos de frutas cítricas naturais”, sugeriu.

Com relação aos jantar, o nutricionista indicou saladas, que podem conter frutas, além de legumes, peixes, batata doce ou inhame assados ou cozidos, além de omeletes.

“Importante ressaltar que essas são apenas algumas dicas de uma alimentação saudável, variada e bem acessível, e que é essencial que todos que queiram buscar realmente uma alimentação mais saudável façam uma consulta ao nutricionista para que o profissional aponte as necessidades e objetivos individuais e prepare o cardápio”, concluiu.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto: