Murilo Alves: Rio-Pardense é Chef Executivo em renomado Hotel na Espanha

http://www.minhasaojose.com.br
Ele saiu de Rio Pardo quando tinha apenas 19 anos e graduou-se em Gastronomia pela BELLART de Barcelona

Entrevista e texto: Natália Tiezzi

Amigos internautas. Nesta semana, o www.minhasaojose.com.br deu um ‘pulinho virtual’ ali na Europa para contar a história de mais um rio-pardense no espaço “Cadê Você?”. Desta vez, quem deu a honra da entrevista foi Murilo Rodrigues Alves, que saiu de Rio Pardo aos 19 anos e há 20 reside e trabalha na Espanha.

Antes de embarcar para o país europeu, nos anos em que residiu em São José, Murilo foi aluno de escolas públicas como E.E. Prof. Jorge Luís Abichabki e E.E. Euclides da Cunha.

Na Espanha, mais precisamente em Barcelona, ele graduou-se em Gastronomia pela BELLART – Escola de Cuina i Pastisseria, e, após algumas experiências profissionais, atualmente é o Chef Executivo de um dos hotéis 5 estrelas mais renomados do país.

Aos 39 anos, Murilo teve e ainda está tendo a chance de trabalhar junto a dois grandes nomes da gastronomia mundial, Carme Ruscalleda e o filho, Raul Balam, sendo que junto com este desenvolve um projeto inovador na Costa Catala.

Durante a entrevista, Murilo também destacou momentos especiais na carreira, futuro profissional, e, claro, das saudades de Rio Pardo. “São José, para mim, tem cheiro, sabor e som de boas lembranças. Tem o sabor de comida caseira, a de toda a vida, feita pela minha mãe, o cheiro de um bom café recém feito e o som da tranquilidade”, recordou.

Confiram, abaixo, a entrevista na íntegra.

Murilo, por que optou por sair de São José?

Murilo Rodrigues Alves: Sempre tive muita vontade de morar fora do Brasil, era algo que sempre tinha sonhado, a experiência em aprender outra língua, cultura e conhecer outro país. Eu sai de Rio Pardo no ano de 2001 quando eu tinha apenas 19 anos. E, aos 19, você acha pode “comer” o mundo e as vezes faz coisas sem pensar nas consequencias! Hoje, olhando com perspectiva, não sei se seria capaz de fazer isso novamente! Mas tive essa oportunidade por meio de uma amiga que já residia na Espanha e encarei! Minha primeira residência na Espanha foram as Ilhas Canarias onde morei por quase 1 ano.   

E como surgiu a oportunidade de ir para Barcelona?

Depois de um ano em Canarias, decidi vir morar em Barcelona em busca de novas oportunidades e experiências. 

Qual foi seu primeiro emprego?

Foi em um bar de pescadores. Aqui dei os meus primeiros passos na gastronomia!

Atualmente, você é Chef Executivo em um renomado hotel em Barcelona. Como lhe surgiu essa oportunidade?

Sou Chef Executivo do hotel Mandarin Oriental, um hotel 5 estrelas, localizado no centro de Barcelona. O Hotel tem três restaurantes – dois gerenciados  por Carme Ruscalleda e seu filho Raul Balam (Moments & Blanc), dois grandes nomes da gastronomia mundial, e outro pelo chef Peruano Gastón Acurio (Terrat). Eu cheguei ao Mandarin Oriental em 2014 para trabalhar no restaurante Moments após ter trabalhado em outros restaurantes renomados na Catalunha. Depois de alguns anos trabalhando como mão direita do Raul me surgiu a oportunidade de assumir o posto de Chef Executivo de todo hotel.

Murilo trabalha desde 2014 no Mandarin Oriental e atualmente ocupa o posto de Chef Executivo de todo hotel

Qual é seu prato preferido de preparar?

Gosto muito de preparar arrozes, pois existe uma tradição muito grande por aqui!

Você também desenvolve um projeto com o filho da Carme Ruscalleda, a Chef com mais estrelas do mundo?

Sim. Junto com o Raul gerenciamos o restaurant Drac de Callella, localizado na Costa Catala. Neste restaurante, oferecemos uma cozinha fresca, que valoriza o produto local e de temporada. É um projeto pessoal, que nasceu faz 3 anos e que me enche de orgulho. Espero poder seguir trabalhando em projetos similares.

Como é sua rotina de trabalho? 

Meu dia se divide em organização de serviço, gestão com fornecedores e reuniões

com diferentes equipes do hotel.

Em todos esses anos, qual foi o momento mais marcante de sua carreira?

Pergunta difícil! Tenho vários, mas destaco dois: o dia que inauguramos o Drac De Calella e o dia que participei de um evento, junto a Carme Ruscalleda, onde cozinhamos no palco do teatro Liceu em Barcelona.

Agora vamos relembrar um pouco São José! Qual é a sua maior saudade daqui? Faz quanto tempo que não vem para cá?

Maior saudades, sem dúvida, é família e amigos! Normalmente vou a cada ano e meio mais ou menos!

Em família: Murilo, a esposa, Suyan Castelo Branco, que é carioca, e o cãozinho Samba

Cite um sabor, um cheiro e um som que te faça relembrar Rio Pardo.

São José para mim tem cheiro, sabor e som de boas lembranças. Tem o sabor de comida caseira, a de toda a vida, feita pela minha mãe, o cheiro de um bom café recém feito e o som da tranquilidade. 

O que é o melhor e o que é o pior em estar longe de sua terra natal?

O pior sem duvida é  ficar longe da minha família e o melhor é a qualidade de vida e a possibilidade de viver novas experiências, conhecer outras realidades.

Para finalizar, quais são suas perspectivas para o futuro na Espanha?

Seguir crescendo no mundo da gastronomia e desenvolver novos projetos em diferentes restaurantes.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto: