Melânia Dalla Torre fala sobre o ano positivo e a importância da UNIP Rio Pardo para a cidade e região

http://www.minhasaojose.com.br

A rio-pardense, que é Vice-Reitora das Unidades Universitárias da UNIP, foi uma das grandes responsáveis pela instalação da universidade em São José

Reportagem, texto e fotos: Natália Tiezzi Manetta

Não foram apenas os milhares de alunos da Universidade Paulista, campus Rio Pardo, que adquiriram conhecimento e experiência neste ano, mas também sua diretoria. Em entrevista ao site, a diretora Gabriela Della Torre e Silva e o chefe de campus, Lucas Ferreira, afirmaram que 2019 foi positivo para a UNIP Rio Pardo e relataram conquistas e novos projetos que ainda estão sendo colocados em prática e que fizeram com que o campus rio-pardense se destacasse entre as unidades universitárias da UNIP.

“Mais do que atrair novos alunos, a UNIP Rio Pardo conseguiu mante-los e faze-los sentir orgulhosos de cursarem uma faculdade. Investimos na infraestrutura, com a construção, que ainda está em andamento, das Clínicas de Psicologia e Fisioterapia, além do Escritório de Assistência Jurídica, que agora estarão no mesmo complexo do campus, facilitando a locomoção dos alunos e proporcionando mais comodidade à população, onde centenas de pessoas são atendidas gratuitamente”, informou Gabriela, acrescentando que a previsão é que as Clínicas já estejam em funcionamento em 2020.

Dentro das ações sociais promovidas pela universidade, o chefe de campus citou o Trote Solidário, cuja arrecadação se reverteu na doação de 1.000 lençóis à Santa Casa.

Ambos também citaram o COAC – Congresso Acadêmico do Conhecimento, que foi um marco para a UNIP Rio Pardo neste ano. “Demos início a um projeto audacioso, cujo objetivo era privilegiar nossos alunos, fazendo com que cada um fosse o grande protagonista e pudesse, além de aprender, gerar conhecimento por meio das experiências já vivenciadas no meio acadêmico. Acredito que tudo isso foi alcançado com o COAC, que também possibilitou que os olhares de outros câmpus, bem como da Reitoria, se voltassem ao campus rio-pardense”, observou Gabriela.

Lucas destacou ainda a abertura de dois novos cursos, sendo Ciências Contábeis e Análise e Desenvolvimento de Sistemas, que mantiveram boas médias de alunos, mesmo diante de um ano de muitas incertezas do ponto de vista financeiro como foi 2019. “Conseguimos manter e abrir mais dois cursos mesmo diante de um cenário de crise no país, vindos de anos anteriores. A excelência e o comprometimento de toda nossa equipe vem refletindo positivamente tanto na aquisição de novos alunos, como na manutenção dos universitários que optam pela UNIP Rio Pardo”.

Em pé: Gabriela e Lucas, junto à Melânia: experiência e juventude aliadas ao desenvolvimento da UNIP e seus milhares de alunos

48 ANOS DE DEDICAÇÃO À UNIP

Quem também esteve presente à entrevista foi a Vice-Reitora das Unidades Universitárias da UNIP e Diretora Regional do Campus Ribeirão Preto, Melânia Dalla Torre. Ela, que é rio-pardense, foi uma das grandes incentivadoras da instalação do campus em Rio Pardo.

“Orgulha-me ver e sentir que este ano foi de muito progresso para a UNIP Rio Pardo. As melhorias na infraestrutura, bem como o comprometimento de toda a equipe e, claro, a audácia destes dois jovens, Gabriela e Lucas à frente da direção, fizeram com que o campus se destacasse positivamente em 2019”.

Melânia foi a 1ª colaboradora da UNIP, está há 48 anos na instituição de ensino e explicou como surgiu a ideia da instalação do campus na cidade. “Um dos objetivos do Doutor João Carlos Di Gênio, proprietário da UNIP, era expandi-la para o Sul de Minas, porém, não era possível instalar campus fora do estado de São Paulo, conforme decisão do MEC. Durante algumas conversas disse a ele se poderia pensar na possibilidade de instalar o campus em São José, pois assim abrangeria o Sul de Minas, que era o seu objetivo. E ele ‘comprou’ a ideia. Essa meta realmente foi alcançada, pois hoje o campus atende mais de 40 cidades, incluindo Minas Gerais”.

Ela também elogiou o desempenho da diretoria da UNIP Rio Pardo. “Dr. Di Gênio sempre procurou cercar-se da juventude, dando oportunidade para que os jovens pudessem criar, ‘extrapolar’ os horizontes da Educação, como vem acontecendo aqui. Porém, tanto Gabriela quanto Lucas estão sabendo aliar suas competências às experiências dos profissionais mais antigos da UNIP e isso é fundamental para o êxito na administração”.

Sobre o futuro da UNIP Rio Pardo, Melânia foi enfática. “Um centro de ‘novos cérebros’ que não apenas obtenham conhecimento aqui, mas fomentem a pesquisa científica e que vejam a UNIP também como uma geradora de bons empregos que, inclusive, possibilita que seus próprios colaboradores ingressem no ensino superior. Enfim, a Educação é isso: ver acontecer e, graças a Deus, estamos vendo acontecer por aqui”.

Neste ínterim, Melânia falou sobre a importância do campus para São José e região, bem como a valorização do profissional rio-pardense. “A UNIP sempre valorizou os profissionais locais, pois entende que essas pessoas conhecem suas reais necessidades, exemplo disso são os diretores daqui, ambos rio-pardenses, bem como excelentes professores da cidade que fazem parte do corpo docente. Hoje a UNIP Rio Pardo é referência na região e a população deve se orgulhar disso. Não é qualquer cidade que mantém uma universidade com essa estrutura e proporciona educação de qualidade para alunos de dezenas de municípios”.

Para finalizar, Melânia deixou uma importante reflexão para todos nós, aliás, sua grande lição em quase cinco décadas de UNIP. “Meu maior aprendizado em todos esses anos de muito trabalho foi o de conviver com os outros, somar com eles, pois todos nós temos alguma coisa para contribuir para um resultado satisfatório, seja pessoalmente ou profissionalmente falando”, concluiu.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br