Kocian propõe Projeto de Resolução que institui o Programa Câmara Sustentável

http://www.minhasaojose.com.br

O vereador professor Rafael Kocian apresentou, na sessão ordinária de 26 de outubro, o Projeto de Resolução nº 14, que institui o “Programa Câmara Sustentável”, cujo objetivo é estabelecer as diretrizes do Plano de Gestão Logística Sustentável no âmbito do Legislativo Municipal. 

Kocian explicou aos vereadores e aos internautas que acompanhavam a sessão online que o Plano de Gestão Logística Sustentável é uma ferramenta de planejamento que possibilitará estabelecer práticas sustentáveis e racionais dos gastos institucionais e dos processos administrativos, caracterizando uma agenda estruturante para atuação socioambientalmente correta. 

Entre algumas metas do Programa estão: 

  – Redução da utilização de papel e impressão nas atividades rotineiras; 

 – Utilização de papel reciclado ou reutilizável sempre que possível; 

 – Adoção de coleta e destinação de resíduos produzidos pela Câmara 

Municipal; 

 – Separação de pilhas, baterias e resíduos eletro-eletrônicos; 

 – Implantação de plano de eficiência energética; 

 – Uso racional de água, energia elétrica e de bens duráveis; 

 – Redução do consumo de plástico e outros materiais que não se 

decompõem naturalmente; 

 – Promoção de práticas saudáveis e promoção da qualidade de vida; 

 – Promoção de campanhas de conscientização em favor de matérias 

ambientais. 

 “A proposta está alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), em especial os objetivos: 7 – Energia Limpa e Acessível; 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis; 12 – Consumo e Produção Responsáveis; 13 – Ações Contra a Mudança Global do Clima; 14 – Vida na Água; e 15 – Vida Terrestre”, destacou o vereador. 

Kocian salientou que “diversas ações práticas já foram implementadas na Câmara Municipal, como por exemplo, a redução das impressões e uso de papel, ou a elaboração de edital de implantação de usina fotovoltaica. Entretanto, é fundamental que tais ações façam parte de um planejamento de política pública permanente da Casa”. 

O vereador observou, ainda, que ao instituir o Programa Câmara Sustentável e o PGLS, a Câmara Municipal de São José do Rio Pardo passará a ser referência em toda nossa região, não só no âmbito do Poder Legislativo, mas também frente aos outros poderes e também a iniciativa privada. A título ilustrativo somente as câmaras municipais de Franca e Presidente Prudente fazem parte da Rede Legislativo Sustentável do Congresso Nacional. 

E finalizou destacando que “a instituição do Programa Câmara Sustentável não trará novos gastos significativos ao Legislativo Municipal, ao contrário, a ideia é que os gastos com algumas despesas de custeio sejam reduzidas significativamente em curto prazo”. 

A previsão é que o Projeto de Resolução seja votado na próxima sessão ordinária, dia 9. 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto: