CIDADEDESTAQUESOCIAIS

Incluir, orientar e assistir: Quando o Poder Público cumpre seu papel perante à sociedade

http://www.minhasaojose.com.br

Texto: Natália Tiezzi. Fotos: Prefeitura Municipal

Quando se fala em Poder Público, principalmente em secretarias municipais, órgãos de assistência, muitas vezes faz-se uma ideia muito reduzida do trabalho que realmente é promovido em cada uma dessas áreas.

As ações das secretarias, em especial destacadas aqui as de Assistência e Inclusão Social, de Saúde, e o Fundo Social Municipal não são apenas voltadas à resolutiva de demandas urgentes dos munícipes, embora cada qual também desempenhe seu papel de auxiliar aqueles cidadãos e famílias que mais necessitam.

Além, é claro, das funções administrativas inerentes à cada Pasta ou órgão público, as secretarias desenvolveram trabalhos de inclusão, orientação e assistência nos quatro cantos da cidade neste ano, sempre voltados a atender as populações mais vulneráveis, cumprindo e desempenhando seus papéis, de forma exímia, perante à sociedade.

Mas, para que isso ocorra, existe uma rede de apoio capacitada, comprometida e dedicada, que se envolve diariamente para que os objetivos sejam alcançados: os funcionários públicos destas áreas, sejam eles assistentes sociais, enfermeiros, monitores, educadores, coordenadores sociais, zeladores, etc. Pessoas que fazem realmente acontecer, orientados pelos secretários e secretárias, bem como pela própria primeira-dama.

Exemplos bem desenvolvidos neste ano nestas Pastas e no Fundo Social não faltam, aliás, este trabalho está sendo promovido desde o início desta Gestão, com adaptações, aprimoramentos e ações que realmente têm feito a diferença.

Atividades no Clube de Mães, que voltou às atividades pelo Fundo Social
Alunas durante a Oficina de Corte e Costura

No Fundo Social, coordenado pela primeira-dama Cristiane T.F. Zanetti, o ano foi de muito aprendizado, troca de experiências e oportunidades. Após muitos anos o órgão municipal está de volta às atividades, com a reativação do Clube de Mães, que neste 2023 contou com a participação de dezenas de mulheres que novamente puderem aprender algo novo, aumentar a renda por meio dos cursos oferecidos e se sentirem integradas à sociedade – e tudo isso promovido em um ambiente de apoio e amizade.

Também pelo Fundo Social, mulheres estão tendo a oportunidade de aprenderem corte e costura e fazerem disso além de um hobby, uma profissão. Neste primeiro período, 10 delas iniciaram o curso, que aborda todo o processo de design, manuseio da máquina e confecção sob medida de peças básicas de roupas femininas, sob a supervisão da empresa Mãos Empreendedoras, de forma totalmente gratuita.

Já na Pasta de Assistência e Inclusão Social, sob a coordenação da secretária Nathália Pinesi Fernandes Mendonça, destaque para os trabalhos sociais promovidos no CRAS Vale Redentor, que reúnem a grande comunidade do bairro para ações e orientações que não ficam apenas nos cadastros sociais, mas são ampliados para além dos balcões de atendimento.

Semana passada, por exemplo, entre tantas outras atividades promovidas durante o ano, destaque para a Semana “O CRAS TÁ ON”, que levou informações sobre temas relevantes sobre saúde mental, nutrição, além de atividades físicas, fortalecendo os vínculos sociais e promovendo mais qualidade de vida aos munícipes daquela região.

Outro espaço que merece destaque é o Serviço/Centro de Convivência da Criança e do Adolescente, que atende ao público de 6 a 15 anos no bairro Cassucci. No local são promovidas diversas oficinas socioculturais, entre elas de artes visuais, práticas esportivas e fotografia, direcionadas a dezenas de assistidos que as frequentam no contraturno escolar, e que também recebem um lanche todos os dias.

Além da socialização, essas atividades objetivam apoiar as famílias das crianças e dos adolescentes, proporcionando um local seguro, com informação, formação e orientação, bem como estimular a criatividade e descoberta de novos talentos.

Nesta semana, as famílias e a comunidade puderam conferir um pouco do trabalho realizado ao longo do ano pelos alunos durante exposição, além de encerramento que contou com a presença do Papai Noel, alegrando crianças de todas as idades.

Semana O CRAS TÁ ON: Informação e comprometimento junto à comunidade
Alunos durante oficina no SCFV Cassucci: integração, segurança e orientação no contraturno escolar

Na Pasta da Saúde, sob a coordenação da secretária Érica Bertelli Penha, o destaque vai para a reativação de oficinas pelo CAPS – Centro de Atenção Psicossocial, que é vinculado à secretaria municipal. Os últimos meses foram de muita integração, orientação, onde os participantes aprenderam diversas técnicas de artesanato, sendo essa uma forma de mostrar o quão são criativos e originais em seus trabalhos.

O resultado disso foi o Bazar Artesanal, que expôs os trabalhos e que também comercializou as peças, a preços simbólicos, contando com a participação dos assistidos, promovendo um elo entre eles, os familiares e a sociedade.

Importante ressaltar que estes são apenas alguns trabalhos promovidos por ambas secretarias e Fundo Social, que também por diversas vezes se uniram e se unem para a promoção de diversas ações em prol da comunidade, assim como, obviamente outras Pastas promovem.

Que estas atividades tomem dimensões ainda maiores nos próximos anos pelo Poder Público, e que as equipes trabalhem sempre motivadas a contribuir, com amor, competência e dedicação, à melhorar a qualidade de vida dos rio-pardenses.

Participantes durante oficina de Artesanato no CAPS
Exposição e comercialização dos trabalhos no CAPS: ações que vão muito além de socialização
http://www.minhasaojose.com.br