Homenagem às mulheres: Mesmo nas dificuldades, Elaine adoça a vida de muita gente

http://www.minhasaojose.com.br

Uma mulher comum, igual a tantas outras espalhadas aqui pela cidade, pelo mundo, que cuida dos filhos, do marido, da casa… E que ainda dedica boa parte de seu tempo para adoçar a vida de muitas pessoas, das crianças, aos namorados, doa adultos aos idosos.

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o www.minhasaojose.com.br vai contar um pouco da história de uma grande batalhadora, seja na vida pessoal ou profissional, a doceira Elaine Féchio Mantovani Farrampa. Ela, assim como inúmeras mulheres, passou por muitas dificuldades, principalmente na juventude, já pensou em desistir da profissão, mas sempre contou com o marido e as filhas para dar-lhe apoio quando mais precisou.

Além de sua história pessoal, Elaine falou sobre seus docinhos, que estão fazendo muito sucesso em festas não apenas em São José, mas em toda a região, bem como das novidades em ovos de chocolate para a Páscoa. Estão curiosos? Confiram essa doce homenagem na matéria a seguir.

GRANDES ENSINAMENTOS COM A EX-PATROA

Elaine contou que desde os 15 anos já trabalhava no comércio, mas, aos 19 engravidou de sua primeira filha, Gabriela. “Tive que sair do emprego como balconista, enfrentar meus pais e aprender a cuidar de um bebê, pois como era muito nova optei por não me casar. Minha mãe me ajudou muito nessa época”, disse.

A filha mais velha, Gabriela, já ajuda a mãe na produção dos doces

Após 2 anos afastada do mercado de trabalho, ela enxergou uma possibilidade de voltar a trabalhar em uma casa de família. “Foi nesta casa, onde trabalhei por 9 anos, que aprendi muitas dicas de como fazer inúmeros doces, sobremesas, etc. Minha ex-patroa me passava a receita e confiava a mim a produção, principalmente quando tinha algum aniversário. Agradeço, de coração, a tudo que ela me ensinou, pois foi a partir daí que aprimorei meus conhecimentos e pude aplica-lo na minha profissão”, destacou.

Durante o período que permaneceu na casa de família, Elaine teve mais duas filhas, Ana Lívia e Ana Júlia, e após o nascimento da caçula decidiu sair do emprego. “Estava com duas crianças pequenas e minha mãe já não tinha condições de cuidar delas sozinha. Optei por perder o emprego e cuidar das minhas filhas, embora minha ex-patroa me incentivasse a voltar ao trabalho em sua casa após a licença maternidade da Júlia”, explicou.

UMA DOCE NOVA VIDA

Para ajudar o marido com as despesas da casa, Elaine passou a fazer ovos de chocolate, técnica que aprendeu sozinha. “Sempre fui acostumada ao trabalho e com os ovos de chocolate vi uma alternativa de trabalhar em casa e ainda cuidar das minhas filhas. Faço os ovos há 7 anos e comecei oferecendo e vendendo para familiares. Hoje, graças a Deus, tenho encomendas de clientes que moram em diversos bairros aqui da cidade, bem como de Mococa e região”.

A doceira faz ovos de chocolate simples (ao leite e branco, crocante), bem como mais elaborados, como os trufados em inúmeros sabores, ao gosto do cliente, com opção em 250, 350, 500 gramas e 1 quilo. Entre os mais pedidos já para essa Páscoa estão os ovos trufados nos sabores Ovomaltine e Nutella, bem como os ovos de colher, inclusive em formato de coração, principalmente para presentear.

Entre as novidades para as crianças, Elaine destacou os ovos com surpresa de brinquedos, com temas variados para meninos e meninas, como as bonequinhas L.O.L., Patrulha Canina, Carrinhos Vingadores e Unicórnio, tanto no ovo simples, como no trufado.

… MAS NEM TUDO É DOÇURA

Após começar a fazer os ovos de chocolate, Elaine investiu na produção de sobremesas caseiras, com as dicas e receitas de sua ex-patroa. “Fazia tortinhas e minha cunhada levava na loja onde ela trabalhava para vender. Meu marido também levava no trabalho e foi assim, com a propaganda boca a boca, que as pessoas passaram a conhecer meu trabalho”, ressaltou.

O Facebook também foi um grande aliado, inclusive quando a doceira passou a fazer e comercializar doces para festas. “Fiz a página e comecei a divulgar os docinhos, já que também me aventurei a fazê-los (risos) por incentivo de familiares, que comiam muitos deles nos aniversários de minhas filhas. A divulgação no Face me ajudou muito e ainda ajuda. A freguesia só aumenta!”.

Atualmente, a doceira faz inúmeros tipos de doces para qualquer evento, sendo o brigadeiro de churros o seu carro-chefe em pedidos. Ela contou que já chegou a ter 1.500 doces para enrolar em um único dia, chegando a atender uma média de 5 festas por semana.

O brigadeiro de churros é o carro-chefe em pedidos

Entretanto, nem tudo é doçura em sua vida. Elaine confessou que já pensou em desistir da profissão. “Para dar conta de tudo acordo todos os dias 5 horas da manhã, seja na semana ou sábado e domingo. Os braços doem, as mãos chegam a adormecer, tanto que já enrolei muito doce com lágrimas nos olhos, pois não é fácil fazer tudo sozinha e desde que comecei na profissão nunca contei com a ajuda de ninguém – sou eu e Deus. Mas aí penso em tudo que já passei, na minha família e vou tocando em frente. Sei que sempre poderei contar com o apoio de meu marido, Gilberto, das minhas filhas, em especial da Gabriela, que agora também está me ajudando bastante. Amo muito o que faço e não faço só pelo dinheiro. É gratificante quando um cliente liga para me falar que todos gostaram dos doces da festa de aniversário, do casamento. Isso é um grande incentivo. Podem ter certeza que continuarei firme aqui com meus doces, além de bolos que também faço com todo carinho, qualidade e preços justos”, concluiu.

Quem quiser provar as delícias da doceira, o telefone é 3608-5173. WhatsApp (19) 99140-7273, ou à avenida José Ovídio Figueiredo, 42, Jardim Aeroporto. Facebook: Elaine Doces e Bolos.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br