Glaucoma: Dra. Denise Ferreira fala sobre a doença que pode levar à cegueira irreversível

http://www.minhasaojose.com.br
Médica afirmou que nas formas mais comuns, os sintomas só surgem após anos de doença; por isso é importante ir ao Oftalmologista mesmo sem sintomas

Entrevista: Natália Tiezzi

Um doença silenciosa, que pode acometer todas as idades, porém é mais comum após os 40 anos e que atualmente é a principal causa de cegueira irreversível, o Glaucoma. Em entrevista ao www.minhasajose.com.br, a oftamologista Denise Fronzaglia Ferreira explicou os tipos mais comuns, os sintomas e os tratamentos disponíveis.

Ela também deixou um importante recado, principalmente às pessoas com mais de 40 anos. “Em suas formas mais comuns, os sintomas só surgem após anos da doença. Por isso, após os 40 anos, é importante realizarmos a vigilância ativa dessa doença, aferindo a pressão intraocular em conjunto com a avaliação do fundo do olho”, alertou.

Confira, abaixo, a entrevista na íntegra

Dra. Denise, o que é o Glaucoma?

Glaucoma é uma doença do nervo óptico, o nervo que é responsável pela visão. Nessa doença, acontece uma degeneração progressiva e irreversível das fibras do nervo e, em estágios moderados a avançados, isso gera perda de visão.

Quais são os tipos da doença?

Existem vários tipos, mas os 4 principais são: Glaucoma de pressão normal, Glaucoma de pressão alta, Glaucoma Agudo e Glaucoma Congênito

O Glaucoma pode ser considerado uma doença genética?

Ela tem um componente genético, mas não é obrigatório que tenhamos história dessa doença na família para apresentarmos sinais e sintomas.

A doença pode acometer pessoas em que idade?

Ele pode afetar todas as idades, desde o nascimento até a terceira idade, no entanto é mais comum após os 40 anos. No caso do glaucoma na infância, ele se chama Glaucoma Congênico, e é possível detectá-lo já ao nascimento com o exame externo do recém-nascido, não sendo necessário aparelhos

Quais são os sintomas?

Existem diversas formas de glaucoma, como citei acima. No Glaucoma Agudo há baixa visual súbita, muita dor e vermelhidão ocular. No Congênito, o bebê nasce com a córnea toda azul. Nas outras formas, infelizmente as mais comuns, os sintoma só surge após anos de doença e consiste em uma perda visual irreversível, por isso é importante ir ao Oftalmologista mesmo sem sintomas.

Atualmente, quais as principais formas de tratamento?

A principal abordagem é medicamentosa. Utiliza-se colírios de uso contínuo, que podem variar desde apenas uma droga até quatro. Existe também laser e microimplantes para quem tem uma forma muito branda da doença. Em casos avançados que não controlam com medicação, é necessário realizar uma cirurgia mais extensa para drenar o líquido de dentro do olho e, consequentemente, diminuir a pressão, que pode ser uma cirurgia filtrante ou um implante de válvula de drenagem.

O Glaucoma pode levar à cegueira?

Ele é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. O baixo acesso ao médico e o caráter silencioso da doença também contribuem para esse status. Portanto, após os 40 anos, é importante realizarmos a vigilância ativa dessa doença, aferindo a pressão intraocular em conjunto com a avaliação do fundo do olho.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br