Dia do Circo: A vida é um espetáculo!

http://www.minhasaojose.com.br
Nossos parabéns à família circense brasileira (Foto do grupo circense Los Iranzi)

Texto: Natália Tiezzi

Hoje, 27 de março, é o Dia do Circo. Reparem que a vida da gente poderia ser comparada a um fabuloso espetáculo circense. Às vezes estamos na arquibancada, outras nas cadeiras e algumas no próprio picadeiro dessa arte que é viver!

Em algumas situações somos como o palhaço: fazemos rir a tantos rostos e engolimos o choro quando nos sentimos o verdadeiro cara pintada e nariz vermelho: injustiçados, enganados, traídos…

Também somos malabaristas: não deixamos a peteca cair em meio a tudo que nos acontece diariamente… Faltou o trapézio: e lá estamos nós, saltando de um lado a outro, às vezes obtendo êxito na aterrissagem, outras beijando o chão, sim, porque na vida real não há redes de proteção!

Tem dias que somos a mulher maravilha, o homem bala tamanhas são nossas vitórias diante de um mundo que, se cobrisse, não seria exatamente um circo, mas um hospício.

Em outros dias não tão promissores permanecemos na corda bamba, equilibrando razão e emoção a todo momento, mesmo quando corpo e mente pedem um pouco mais de calma e alma.

Ocasiões específicas fazem com que usemos de mágica: magia para entreter, dominar, relevar, sonhar…

O fato é que, assim como no circo, nossa vida é um espetáculo: às vezes dá tudo certo, brilhamos, noutras é uma performance solitária, intimista. E tal qual o globo da morte, é preciso uma precisão milimétrica para não batermos, caírmos e morrermos diante dela, a vida – embora tenha muita gente que já morreu e nem se deu conta disso.

Nossos agradecimentos, reconhecimentos e saudações ao povo circense, meio nômade, estranho para a gente, mas que continua acreditando em dias melhores… para sempre (nem que seja somente durante uma hora, num canto qualquer desse mundão e por baixo de uma linda lona colorida), pois o grande espetáculo, que é a vida, não pode, em hipótese nenhuma, parar!

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br