COVID-19 e Dia dos Pais: Saúde faz novo alerta para que se evitem as aglomerações

http://www.minhasaojose.com.br

Preocupação é para que não haja um aumento considerável de casos após a data, bem como de internações

Com a proximidade do Dia dos Pais e, consequentemente, comércio aberto e 5º dia útil (pagamentos), a Saúde Municipal teme que o número de doentes pela Covid-19 dispare na cidade. O primeiro a falar sobre esse temor foi o médico diretor do Pronto Socorro Eliezer Gusmão. Ele pediu para que as pessoas tenham mais consciência, continuem com as medidas de prevenção e lembrou que no último Dia das Mães houve um aumento significativo de casos, inclusive com registro de mortes.

Nas últimas semanas, o Comitê de Combate à Crise do Novo Coronavírus se surpreendeu não apenas com o expressivo aumento no número de casos positivos mas, principalmente, pelo número de pacientes internados. Ao contrário do que muitos pensam, essas internações não estão acometendo apenas pacientes idosos, mas também pessoas na faixa etária dos 40 anos, como já houve registros pela Secretaria Municipal da Saúde.

“O Dia dos Pais é uma data que movimentará a cidade, porém pedimos que os munícipes tenham consciência e tomem todos os cuidados, principalmente se forem ao comércio. Esses cuidados são manter o distanciamento social de pelo menos 1,5 metros de todos e a todo momento, independente do local, evitar aglomeração, sempre o uso correto de máscara e, se possível, evitar levar acompanhantes nas lojas e supermercados, principalmente crianças e idosos”, recomendou a secretária de Saúde, Juliana Flausino.

Além disso, tanto Eliezer quanto Juliana recomendaram para que não haja aglomerações também no Dia dos Pais. “Não é momento para festas, reuniões familiares. Que todos colaborem, principalmente levando em consideração a saúde dos idosos, grupo mais vulnerável à Covid-19”, disse Juliana.

Os demais cuidados como higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel 70% também devem continuar em qualquer ambiente. “E, para quem puder, fique em casa”, finalizou a secretária.

O procedimento para quem estiver com sintomas gripais como febre, tosse, cansaço e falta de ar continua o mesmo: procurar, o mais rápido possível, uma Unidade de Referência ao atendimento de casos suspeitos, sendo o PPA Central para adultos e a pediatria para as crianças.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
Secured By miniOrange