Amanda Biceglia: A menina de voz doce e marcante que emociona plateias

http://www.minhasaojose.com.br
COM APENAS 11 ANOS, ELA DEIXOU O PÚBLICO RIO-PARDENSE BOQUIABERTO DURANTE O CONCERTO DA JAZZ SINFÔNICA DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA

Reportagem e texto: Natália Tiezzi Manetta

Ela arrepiou e emocionou a plateia durante apresentação da Orquestra Jazz Sinfônica de São João da Boa Vista no último domingo, 17, em São José. A pequena menina de 11 anos, de olhar doce e voz marcante foi descoberta por acaso pelo Maestro Agenor Ribeiro Netto, que ao ouvi-la cantando pela primeira vez por meio de um vídeo não teve dúvida que estava diante de um grande talento vocal.

Ao apresenta-la ao público, Agenor não mediu elogios à menina-moça que, ao pegar o microfone, deixou o público boquiaberto com seu vozeirão interpertando Back to Black, de Amy Winehouse, e sem deixar nada a dever à saudosa diva.

Nossa reportagem entrevistou Amanda pelas redes sociais, já que ela é natural de Poços de Caldas e lá reside com sua família. Além de uma belíssima voz, a jovem sabe muito bem o caminho que quer trilhar e descreveu o que a música já resepresenta em sua vida: “Música para mim é sentimento, é energia, é emoção”. Confira mais sobre essa pequena gigante da voz na entrevista abaixo.

Amanda, com quantos anos começou a ser interessar pela música e por cantar?

Comecei a me interessar por música em torno dos 6, 7 anos, mas o primeiro vídeo que gravei foi cantando a música Aleluia, aos 8 anos.

Você tem algum familiar que te incentivou ou cantores na família?

Minha avó cantou muito tempo na Catedral de Guaxupé. Meus pais e meus irmãos sempre me apoiaram, mas o meu pai, em especial, é o que mais me incentiva.

Como conheceu o maestro Agenor?

O Maestro Agenor é um grande mestre da música. Minha mãe entrou em contato e ele viu um vídeo meu cantando Back To Black, da Amy Winehouse. Ele gostou muito e me convidou para ir na casa dele. Foi uma alegria muito grande ter a oportunidade de conhece-lo pessoalmente. Nesse dia, o Maestro me perguntou se eu conhecia a música “Brasi”l, do grande poeta Cazuza. Disse a ele que já tinha ouvido algumas vezes, mas não tinha cantado. Ele me disse que tinha um arranjo pronto para essa música e que no domingo daquela mesma semana já me colocaria para canta-la no Teatro Estadual da cidade de Araras. Ele me disse: “Você topa esse desafio”? Eu disse que “sim, eu aprendo a música”.

DESCOBERTA POR ACASO PELO MAESTRO AGENOR, AMANDA RETRIBUIU A CONFIANÇA MOSTRANDO TODO SEU TALENTO VOCAL NA APRESENTAÇÃO EM SÃO JOSÉ

Essa foi a sua primeira apresentação junto à Orquestra Jazz Sinfônica de São João?

Sim, já naquele domingo fiz minha primeira apresentação com a Orquestra, cantando a música Brasil. Graças a Deus foi um sucesso, o Teatro estava lotado. A Orquestra estava afinadíssima, o Maestro Agenor deu um verdadeiro show. E foi assim que tudo começou!

Você já fez ou já está fazendo shows?

Sim. Além da Orquestra, faço apresentações em eventos, fiz show no Miss Poços de Caldas, Julho Fest, Arraiá na Praça junto com a dupla João Carlos e Carlos Leite. Participei também do show da dupla Alysson e Adysson, do The Voice Brasil. Além disso, participo de eventos beneficentes, sendo que o mais recente foi das Lojas Lupi Poços de Caldas em prol da APAE.

O que faz para aprimorar sua voz?

Estudo canto no Conservatório Municipal de Poços de Caldas com a grande professora Simone de Miranda.

Esse seu vozeirão encanta pela doçura e pelo tom grave. Já parou para pensar nesta potência vocal que tem?

Eu agradeço muito a Deus pela oportunidade que tenho de cantar e canto com muito amor e carinho. Música para mim é sentimento, é energia, é emoção e acho que deixo transparecer tudo isso na minha voz.

O que mais gosta de cantar? Há algum gênero que se identifique mais?

Eu sou bem eclética, gosto de vários estilos musicais. Sertanejo, Rock, Clássico, Blues, Jazz, entre outros. Em casa meus pais ouvem muitas músicas dos anos 80/90 e isso fez com que eu tivesse sempre acesso a essas músicas mais antigas. Mas, o importante para mim é a música ser boa, ter letra e melodia. Escuto desde Elvis Presley até Milionário & José Rico.

Você pretende seguir a profissão de cantora?

Não consigo me ver sem a música. Eu adoro cantar, adoro ouvir música, sou apaixonada por música. Se Deus permitir esse é o caminho que eu quero trilhar, mas independente de qual profissão a pessoa faça, o importante é fazer com amor e carinho.

Para finalizar, apesar de você ser muito jovem, já sabe o que a música significa em sua vida?

Tenho comigo que se Deus permitir quero, através da música, fazer um mundo melhor, com mais amor, com mais carinho, com mais respeito ao próximo. Ainda sou bem novinha, mas já percebi que a música mexe com o sentimento das pessoas e, de alguma maneira, sinto que posso ajudá-las através da música.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores minhasaojose@uol.com.br