Alunos do Colégio Unigrau promoveram “Oficinas de Debates” com inúmeros profissionais e temas

http://www.minhasaojose.com.br

Durante o segundo semestre, cerca de 100 alunos do nono ano e da 1ª e 2ª séries do Ensino Médio participaram das ‘Oficinas de Debates’, atividades multidisciplinares que têm como objetivo principal o estímulo à leitura, à escrita, ao diálogo e ao debate com o contraditório sobre temáticas de interesse geral.

Seguindo o tema ‘Caminhos para o Novo Normal’, os alunos realizaram as atividades divididos em 4 grupos, tendo como eixos:

Grupo 1- Tema: Desafios para a Educação Transformadora: Tecnologias, Homeschooling, Diversidade e Voluntariado na vida dos jovens.

Grupo 2 – Tema: Refugiados: de guerra e de desastres ambientais. O trabalho da ACNUR. Os Migrantes no Brasil.

Grupo 3 – Tema: Violências em tempos de pandemia. Trabalho Infantil, Liberalização de armas, ódio nas redes sociais.

Grupo 4 – Tema: Saúde Pública. A Ciência a serviço da sociedade (pesquisas, vacinas, tratamentos, prevenção). Saúde Mental para os jovens.

Toda a dinâmica das atividades passou obrigatoriamente pela ação de 10 alunos que coordenaram inteiramente o trabalho com os demais participantes. Esses alunos (líderes) definiram as temáticas, as estratégias dos encontros (na escola e online), os convidados para o aprofundamento das discussões e o processo de avaliação dos trabalhos.

Os próprios alunos foram responsáveis pela dinâmica das atividades, apresentações, sempre incentivados pelos professores e coordenação do Colégio

Estiveram à frente dos trabalhos das ‘Oficinas de Debates’ os alunos: Pedro Locatelli, Mariana Biegas, Sofia Mesquita, Maria Luiza Bergamasco e Gustavo Faria da 1ª série; e Rafaela Rosolen, Yohana Oliveira, Josué Benevides, Maria Catharina V. Dal Bon e Isadora Barion, da 2ª série do Ensino Médio.

Tendo o acompanhamento dos professores e da coordenação da escola apenas para acertos pontuais, os alunos sempre foram incentivados em assumir o protagonismo das ações, prática muito importante para a construção do conhecimento e formação de lideranças.

Como forma de ampliar o leque de informações, os 4 grupos organizaram encontros virtuais com os profissionais: 

Professor Iran Abrão – Pró-Reitor da PUC Poços de Caldas.

Professora Anabelle Loivos, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Professora Cláudia Lago – Universidade Federal da Paraíba.

Professora Patrícia Rinaldi – FACAMP – Campinas

Cláudia Missura – atriz de teatro-novela-filmes

Walter Casagrande Neto – comentarista, ex-jogador de futebol.

De maneira mais restrita ao assunto de cada grupo, os alunos também planejaram encontros com outros profissionais, em horário extraescolar.

Saúde – Dr. Bruno Souza, cirurgião plástico.

Educação – Ivanilde Moreira, Mestre em Educação.

Violência – Suelen do Girote do Prado, Mestre em História.

Refugiados – Maria Carolina A. De Martini, Mestre Direito Internacional.

Durante o desenvolvimento destas ações, os alunos puderam também articular com diferentes disciplinas da sua série, em especial Sociologia, Redação, Língua Portuguesa, Ciências e Geografia.

O encerramento das Oficinas de Debates ocorreu dia 28 de outubro, quinta feira, a partir das 10 horas, no Salão São José da Comunidade Deus Proverá, com transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Neste dia, as lideranças dos 4 grupos apresentaram uma visão geral dos trabalhos realizados, lançaram alguns desafios para a escola e a sociedade rio-pardense, também lançando as bases para o Projeto OD 2022.

O convidado especial para o encerramento foi rio-pardense Dr. Luís Renato Vedovato, professor de Direito da UNICAMP e da PUC Campinas, que falou sobre o “Direito e a Migração na Atualidade”.

Confira alguns momentos das Oficinas de Debates 2021

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto: