Aglomerações no Cristo: Secretaria de Segurança afirmou que tomará atitudes para evita-las

http://www.minhasaojose.com.br

Assim como ocorreu meses atrás, muitos jovens voltaram a se aglomerar no espaço que compreende o Cristo na cidade no último final de semana. Várias denúncias foram realizadas por munícipes à Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito, bem como fotos e vídeos foram divulgados pelas redes sociais.

A secretária de Saúde, Juliana Flausino, disse que a pasta não tem como tomar alguma atitude de bloqueio no local, por exemplo. “O que podemos fazer é pedir para que esse público jovem, que ainda pensa que é imune à doença, não se aglomere mais neste local, bem como em outros cidade a fora. Ninguém está imune ao vírus e mesmo que boa parte desses jovens seja assintomática, eles podem contaminar outras pessoas, principalmente do grupo de risco, entre elas seus pais, tios, avós”, observou.

A reportagem entrou em contato com o secretário da pasta de Segurança e Trânsito, José Fernando Folharini, que declarou que juntamente com demais órgãos competentes tomará atitudes para evitar essas aglomerações no Cristo. “Estamos nos organizando e tomaremos atitudes, juntamente com outros órgãos, assim como fizemos em abril, quando ocorreu outra situação semelhante”, garantiu Folharini.

Ele também fez um pedido aos jovens. “Entendemos que essa situação da pandemia está difícil para todos, inclusive para os adolescentes, mas peço para que eles tenham consciência, pois podem levar o vírus para seus familiares, o que só contribuirá para o aumento de casos e também internações, fato muito grave que pode, inclusive, fazer com que São José do Rio Pardo regrida de fase e volte, por exemplo, à fase vermelha, a mais radical, tudo que não queremos. Portanto, consciência aos mais jovens”, concluiu.

Em tempo: a foto de capa desta matéria é do repórter Silvio José dos Santos (silviojose123oficial)

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br