Fisioterapia X Covid-19: Karina Maida fala dos cuidados com seus pacientes

http://www.minhasaojose.com.br
A fisioterapeuta explicou que promoveu inúmeras mudanças na Clínica Benessere e que muitos atendimentos já estão sendo realizados on line

Entrevista e texto: Natália Tiezzi

Em tempos de Covid-19, como será que os profissionais de Fisioterapia estão lidando com seus pacientes, uma vez que essa ciência usa o poder das mãos para cura, num momento em que o toque se tornou ‘proibido’.
“A primeira atitude que tomamos aqui na Clínica Benessere foi reduzir ao máximo o contato entre nossos pacientes. Antes, nossa clínica já era referência por atender um paciente por vez – apenas um paciente por fisioterapeuta – mesmo se o atendimento fosse por convênio ou particular. Nós sempre prezamos pela qualidade de o fisioterapeuta estar o tempo todo com seu paciente, focado nele a sessão toda. No entanto, agora, nós fazemos de tal forma, que em cada sala de atendimento o fisioterapeuta fica com seu paciente, sem ter contato com demais pessoas, mesmo que seja apenas circulando por lá. Para isso, tivemos de reduzir a capacidade de atendimento da nossa clínica de fisioterapia para 60%”, explicou a fisioterapeuta e proprietária Karina Maida Uchiyama.
Além disso, Karina destacou que além de todas as adaptações já realizadas na clínica, bem como treinamento específico da equipe de profissionais, a limpeza também mereceu destaque e adequações. “Quanto à limpeza sempre fomos criteriosos, no entanto, agora ficamos atentos para não deixar passar nada desapercebido: todos os lençóis são trocados, toalhas descartadas, álcool é passado em qualquer objeto que foi utilizado, sprays são jogados na sala inteira, e aí sim conseguimos chamar o próximo paciente. Tudo isso exige paciência e dedicação, uma vez que o nosso tempo fica mais corrido, porém, nossos pacientes com segurança total”, ressaltou.
E já que a fisioterapia utiliza as mãos como ferramenta de trabalho, Karina afirmou “que continuamos a utilizá-las para ajudar nossos pacientes se curarem! Mas, agora, com atenção especial para que lavemos entre cada paciente respeitando o tempo de 40 a 60 segundos de lavagem para correta higienização, mais a utilização do álcool em gel”.
A fisioterapeuta observou, ainda, que a Benessere também passa todos os dias por uma limpeza geral, para que no dia seguinte, tudo esteja pronto para o atendimento aos pacientes.
“Até mesmo a limpeza dos nossos ares-condicionados, que antes eram feitas semestralmente (segundo recomendações da vigilância sanitária), passamos a fazer a cada 3 meses, e assim, garantindo maior segurança”.
Ela mencionou a preocupação de todos da Benessere relativas às últimas semanas, período em que ocorreram números expressivos de novos casos. “Optamos por fechar a clínica de fisioterapia parcialmente por cerca de 10 dias. Reduzimos o fluxo de pacientes para uma capacidade de 20%. Aproveitando este baixo fluxo, optamos por fazer uma limpeza terminal em toda a clínica de fisioterapia – do chão ao teto, para que possamos recomeçar com mais segurança e creio que estes períodos de fechamento para limpeza terminal serão uma realidade em nossa clínica no decorrer deste ano, mesmo que fiquemos sem fluxo de caixa nestes dias, porém, conseguimos garantir uma segurança aos nossos pacientes para que eles possam seguir o seu tratamento sem a angústia recorrente dos tempos atuais”.

Karina explicou que o atendimento, que já era realizado de forma personalizada, se tornou ainda mais individual, com todos os cuidados e cumprimento dos protocolos de prevenção à Covid-19, inclusive no tocante à limpeza de cada área e aparelhos


QUAL A SOLUÇÃO PARA NÃO DEIXAR OSPACIENTES DESASSISTIDOS?
Karina disse que atualmente é uma realidade o atendimento à distância e que, inclusive, este tipo de atendimento foi regulamentado pelo nosso conselho de classe (CREFITO) recentemente.
“Dessa forma, estamos começando a oferecer, em casos em que seja possível, orientações à distância para nossos pacientes. E para os que quiserem, estas orientações podem ser feitas ao vivo, por vídeo com seu fisioterapeuta, não só por escrito ou por gravações de vídeo”, orientou.
Mas a fisioterapeuta destacou que não são todos os casos que permitem esta modalidade de atendimento. “Entretanto, naqueles casos em que é possível, é uma solução para não pararmos o atendimento e, ao mesmo tempo, garantir a segurança e tranquilidade dos nossos pacientes”, finalizou.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto:
Secured By miniOrange