Cooxupé desmente estoques excessivos e diz que “esse é o melhor momento do café”

http://www.minhasaojose.com.br

Presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo contestou notícias sobre excesso de entrega nos armazéns de cooperativas (que serviram de motivo para a derrubada dos preços do café)

A safra 2020 já está praticamente encerrada, colhida e estocada nos armazéns. Mas notícias distribuídas por agências internacionais, levantaram suspeitas de que a produção estaria acima do esperado, com armazéns atulhados de sacas e com entregas armazenadas até mesmo em carrocerias de caminhões. O exagero teria ocasionado a derrubada dos preços.

Para desfazer as desinformações, Carlos Augusto Rodrigues de Melo, presidente da Cooxupé (maior cooperativa de cafeicultores do mundo),  prestou esclarecimentos ao ‘Notícias Agrícolas’ e revelou número atuais de estoques e de mercado da cooperativa.

Nas 38 unidades da Cooxupé foram e ainda estão sendo recebidos 7,8 milhões de sacas, com um crescimento na oferta de aproximadamente 10% a mais do que o previsto. E com um importante detalhe: 80% desse volume já está todo vendido, tanto no mercado internacional como pelos próprios cooperados, que atenderam, lá atrás, sugestão dos técnicos da cooperativas para aproveitarem os bons preços praticados naquela ocasião.

“O resultado é que o cooperado está entregando seu café acima de 600 reais, preços superior ao que está sendo negociado pelo mercado físico, atualmente”, explicou Carlos Augusto, acrescentando que outro fator é que zeramos o excesso de oferta na entrada da safra que costumava jogar o preço para baixo. O produtor pode segurar, pois praticou a modalidade chamada de “café com lucro”, antecipando as vendas nas entressafras do mercado.

Em resumo, Carlos Augusto deixou claro que a cooperativa estava e está preparada para receber mais café (tanto que finaliza a construção de uma enorme unidade de recebimento na região do Cerrado, em Patrocínio (MG),e que a próxima meta é superar as 8 milhões de sacas recebidas em seu armazéns. “Tudo isso é resultado do planejamento e da confiança dos cooperados”, finalizou o presidente da Cooperativa.

A Cooxupé congrega 15.590 cooperados, sendo a quase totalidade formada por pequenos e micros produtores. A cooperativa, em suas 38 unidades, é atendida por 2.544 colaboradores.

Com informações de  João Batista Olivi – Notícias Agrícolas.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br