Secretaria Municipal da Saúde amplia protocolos para atendimento e tratamento da Covid-19

http://www.minhasaojose.com.br

Em 28 dias, houve um aumento de 45 casos positivos; o número de recuperados quase quadruplicou e os testes negativos passaram de 62 para 153 até dia 29

Entrevista e texto: Natália Tiezzi

O www.minhasaojose.com.br fez um balanço da Covid-19 em São José neste mês de junho, no período de 1 a 29. Baseando-se em dados divulgados diariamente pela Vigilância Epidemiológica, houve 45 novos casos da doença, sendo que no primeiro dia deste mês haviam 37 pessoas positivadas e, na última segunda-feira, 82. Os óbitos também aumentaram neste período analisado, sendo que eram 2 no início do mês e 5 registrados até o momento.

Mas também há boas notícias. O número de pacientes recuperados quase quadruplicou, passando de 11 (dia 1º) para 43 (dia 29). E o número de casos negativos subiu de 62 no início do mês para 153 na última segunda-feira.

Embora os números de casos positivos tenham aumentado neste mês, a secretária municipal de Saúde, Juliana Flausino, disse que os mesmos estão dentro dos parâmetros já esperados para o município em virtude do que está acontecendo em diversas cidades do interior paulista, que também registraram aumento no número de casos da doença, algumas, inclusive, expressivos.

“Houve esse aumento, porém a grande maioria desses casos aqui em São José foram casos leves, que não necessitaram de internação. Ainda estamos com uma taxa de internação baixa e não sofremos com falta de leitos. De agora em diante é tentar permanecer neste patamar de casos leves e tomar todos os cuidados para não acontecer uma ‘explosão de casos’ de uma só vez, o que poderia comprometer a Saúde e o hospital, principalmente com pacientes do grupo de risco, entre eles os idosos e pessoas com comorbidades, que podem ter um agravamento com a doença”, destacou Juliana.

Ela explicou que apesar da Covid-19 ser de transmissão fácil e rápida, a população vem colaborando com as medidas de prevenção o que, segundo a secretária, está ajudando a manter os números com certa estabilidade se comparados a outras cidades da região, por exemplo. “Por isso é tão importante manter as medidas de prevenção, ficar em casa sempre que for possível, se for sair usar a máscara corretamente (cobrindo boca e também o nariz), lavar as mãos com água e sabão sempre que possível e utilizar álcool gel.

Juliana também recomendou para que as pessoas busquem por atendimento médico no início dos sintomas de um quadro gripal que, geralmente, é caracterizado por febre, dor no corpo, tosse e dor de garganta, muito parecidos com a Covid-19. “Quanto mais rápido o diagnóstico, mais eficaz o tratamento, seja para Covid-19 ou qualquer outro tipo de doença respiratória. Portanto é imprescindível que ao desenvolver esses sintomas a pessoa procure atendimento no PPA Central, no caso dos adultos, e na Pediatria para atendimento das crianças. Esse diagnóstico precoce auxilia para o não agravamento dos quadros de Covid-19, podendo evitar demais complicações e internações”.

TRATAMENTOS E TESTES RÁPIDOS

Diante dos números registrados até o momento, Juliana afirmou que Secretaria Municipal de Saúde está ampliando os protocolos para enfrentamento e tratamento da Covid-19 no município, além dos testes rápidos. “Estamos ampliando o protocolo de atendimento, onde o mesmo será realizado de forma precoce para os casos confirmados leves, uma vez que hoje o tratamento é realizado nos casos confirmados que necessitam de internação, ou seja, casos graves da doença. O objetivo é também evitar o agravamento da doença, mesmo nestes casos mais leves. Neste momento estamos organizando as medicações e assim que chegarem já vamos iniciar esses tratamentos”, destacou.

Com relação aos testes rápidos, a secretária disse que a Saúde Municipal testará todos os suspeitos de Covid-19 a partir do 8º dia de manifestação, conforme a indicação do teste, e também todos que estiverem em monitoramento domiciliar para alta no 14º dia. No último Boletim, divulgado dia 29, 121 pessoas seguiam sendo monitoradas.

Juliana ressaltou a importância da população continuar com as medidas de prevenção, inclusive o distanciamento, uma vez que as atividades comerciais estão voltando gradativamente. “Reforçamos que ainda não é o momento de afrouxar essas medidas. Portanto, a recomendação é que reuniões familiares, festas, jogos, entre outras ocasiões em que haja aglomeração de pessoas não sejam realizadas. No mais é usar a máscara ao sair de casa e sempre lavar e higienizar as mãos. Essa ampliação nos protocolos depende muito da ação e consciência de cada munícipe em se proteger e proteger os demais”, concluiu.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br