Rio Pardo 2050 pretende formar parcerias para levantamento de dados junto à população

http://www.minhasaojose.com.br

Questionários serão aplicados virtualmente, sem prejudicar o andamento dos trabalhos e devem envolver entidades e instituições atuantes

Frente à nova realidade enfrentada pela pandemia do COVID-19, inclusive no que diz respeito ao isolamento social, o Projeto Rio Pardo 2050 traçou novas diretrizes para continuar sua atuação no município. A partir desta semana até o mês de julho, o Grupo Gestor pretende, por meio de questionários virtuais, fazer um levantamento mais apurado sobre as sugestões da população, bem como de várias frentes como a Indústria, Comércio, Serviços, Agronegócio e Turismo.

A proposta inicial era realizar esses questionários de forma presencial, porém, com as medidas de prevenção ao COVID-19, a prática será desenvolvida por meio virtual, com a mesma metodologia e eficiência, através do site www.riopardo2050.com.br, com todo conforto e segurança, sem a necessidade do contato físico com o entrevistador. Os questionários também poderão ser acessados através das páginas oficiais do Rio Pardo 2050 no Facebook e Instagram.

Para que se consiga atingir os objetivos junto à população em geral, o Projeto também pretende envolver todas as instituições atuantes no município, como associações de bairros, clubes sociais e esportivos, entidades religiosas, lideranças e representantes da comunidade. Essa parceria será com o intuito de disseminar os questionários, fazendo com que cheguem a um grande número de pessoas, de todas as classes sociais, níveis de escolaridade e idade, inclusive a juventude, um dos focos principais do Rio Pardo 2050 no tocante à educação, qualificação profissional e geração de emprego.

Além dos questionários, o envolvimento do Grupo Gestor com as áreas onde o Projeto atuará com mais ênfase será promovido por meio de lives, vídeos motivacionais e a transparência nas suas ações, para que todas as frentes fiquem cientes do que está acontecendo, já que o afastamento de pessoas é primordial neste momento, mas não o de ideias, discussões e debates sobre a cidade que desejamos construir para os próximos 30 anos.

COMÉRCIO E CONSUMIDOR: ADAPTAR E REINVENTAR

Neste novo cenário que se descortinou ao mundo, o comércio local está sendo um dos setores mais atingidos, uma realidade que não é diferente em nossa cidade. O que fazer de portas fechadas? Entretanto, boa parte dos comerciantes e prestadores de serviços rio-pardenses estão colocando em prática uma palavra até então esquecida por boa parte deles: reinventar.

O buffet deixou de fazer festas, mas passou a comercializar refeições em domicílio; a agente de viagens que agora se tornou consultora e vendedora de moda; a loja de roupas passou a vender através das mídias sociais e entregar em casa; o restaurante incluiu-se em aplicativos de entrega; a boleira passou a aceitar cartão de crédito e débito; e há até artistas, que após deixarem os palcos, começaram a atuar em lives para garantir o sustento.

A pandemia gerou desconforto, mas também aflorou a criatividade, a vontade e a necessidade de mudanças na forma de comercializar os mais variados produtos e serviços.

Além do comerciante que viu a necessidade de se reinventar, para manter a sua empresa em atividade, o próprio consumidor também está se adaptando às novas formas de compras, principalmente com o delivery ou nas compras on-line. A verdade é que as mudanças chegaram para todos.

Neste contexto, o Projeto Rio Pardo 2050 também abordará empresas e consumidores com a finalidade de entender as novas perspectivas de mercado e consumo na cidade, inclusive no pós-pandemia.

Ao longo das próximas semanas, o Projeto divulgará através das mídias sociais, jornais impressos e emissoras de rádio, todas as informações de acesso aos questionários para que a população possa participar diretamente com suas opiniões e sugestões contribuindo, assim, com a construção do projeto para a cidade que queremos para o futuro.

Natália Tiezzi Manetta – Assessoria de Imprensa Projeto Rio Pardo 2050.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br