Quais serão os desafios do comércio rio-pardense após a Covid-19?

http://www.minhasaojose.com.br

Mudanças no setor serão inevitáveis, sendo que algumas já estão acontecendo para manter empresas funcionando

O que será do setor comercial após a Pandemia? Quais serão os hábitos dos consumidores depois do isolamento social? Mudanças nas estratégias de compra e venda que estão ocorrendo neste período de quarentena continuarão após o fim da mesma? Como o comércio vai reagir depois que tudo isso passar?

Para responder a essas perguntas o Projeto Rio Pardo 2050 elaborou questionário específico ao setor de comércio da cidade e quer contar com a participação de empresários, comerciantes e comerciários para responderem a pesquisa, que também tem como objetivo levantar outros dados que auxiliem no desenvolvimento de inúmeros setores comerciais rio-pardenses, o que inclui novas oportunidades de qualificação de mão de obra e, consequentemente, a geração de empregos. O questionário já está disponível no link http://bit.ly/38V3bkl

É fato que com a pandemia, o comércio, assim como tantas outras áreas, teve que se reinventar para sobreviver. Novas formas de vender e entregar o produto estão garantindo um impulsionamento nas vendas. Já setores como os roupas de festas, por exemplo, tiveram que oferecer novos tipos de confecção, principalmente de inverno, para continuar de portas abertas.

O perfil de consumo da população também mudou. Após meses em isolamento, as pessoas aprenderam a comprar o essencial, desde a alimentação até o vestuário. Este será mais um desafio do comércio após a pandemia: entender o novo perfil do consumidor e tentar enquadrar cada ramo comercial para atender suas necessidades.

É certo que algumas mudanças e adaptações que diversos setores comerciais fizeram e ainda estão fazendo devem perdurar mesmo após o fim do isolamento, como o serviço delivery e as vendas online, por exemplo. Essa adaptação à nova realidade será fundamental para que a empresa volte a se desenvolver, mesmo que aos poucos, mas de forma constante.

Essa constância também deverá acontecer com relação às estratégias para garantir uma boa venda e a fidelização do cliente. Muitos comerciantes já entenderam que daqui para frente terão que oferecer algo a mais a seus clientes, sempre pensando na diversidade dentro do ramo comercial.

Para entender mais especificamente sobre o que o comércio rio-pardense espera no pós pandemia, a participação nos questionários dos profissionais envolvidos no setor é essencial. Somente assim o projeto terá informações e conteúdos para auxiliar os diversos ramos que abrangem a atividade comercial na cidade, verificando qual setor necessita de mais orientação e aplicação de novas ações que garantam seu desenvolvimento.

Neste ínterim, o Rio Pardo 2050 também está promovendo lives e encontros virtuais com grandes nomes da administração e áreas comerciais locais e do Brasil para auxiliar os empresários. Estes eventos virtuais são divulgados semanalmente nas páginas oficiais do projeto no Facebook (https://www.facebook.com/ADRP2050); Instagram (https://instagram.com/projetoriopardo2050) e Linkedin (https://www.linkedin.com/company/projeto-rio-pardo-2050/).

Por: Natália Tiezzi – Assessoria de Imprensa Rio Pardo 2050.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br