Projeto Rio Pardo 2050 traça novas diretrizes para continuidade às ações

http://www.minhasaojose.com.br

Atividades serão divulgadas online, assim como reuniões com a participação da Agência de Desenvolvimento e Grupo Focal

Texto: Natália Tiezzi Manetta

Para dar continuidade às ações do Projeto Rio Pardo 2050, o Grupo Gestor se reuniu na segunda-feira, 11, e apresentou novas diretrizes, as quais se fizeram necessárias frente às medidas de prevenção ao Covi-19. Basicamente, as reuniões que aconteciam presencialmente serão promovidas online neste período, assim como as demais atividades.

“Mesmo diante de uma situação inusitada como essa que estamos vivendo, o Projeto não pode parar. Utilizaremos as ferramentas da Internet para auxiliarmos nas próximas etapas que serão desenvolvidas, bem como na nova estrutura de marketing”, informou o presidente da Agência Rio Pardo 2050, Maurício Ferreira.

Ele destacou que foram 30 dias estudando novas formas de reunir os representantes do Grupo Focal, que compreende várias áreas da sociedade, para traçar as estratégias junto ao Projeto e dar sequência aos trabalhos. “Apesar do afastamento social, a idéia é uma aproximação virtual, inclusive apresentaremos um vídeo motivacional e também as próximas ações ao Grupo Focal, em arquivos de PDF, para que todos possam continuar participando, opinando, mas sem sair de casa”, observou Maurício.

Durante a reunião, foi relatado que o cronograma de atividades também foi estendido, fazendo com que haja mais prazo para as etapas futuras. “É uma fase de adaptação também para o Projeto, portanto, estamos nos enquadrando ao que será melhor para todos os membros, mas sem deixar o Projeto parar e o mais importante: sem deixar de interagir, propor e ouvir”.

Para finalizar, Maurício disse que a nova estratégia de divulgação objetiva principalmente a transparência das atividades do Projeto Rio Pardo 2050. “A mídia rio-pardense, seja impressa ou virtual, sempre apoiou o Projeto. Além delas, vamos dispor de outros canais próprios para divulgação de nossas atividades. Tudo isso para que haja sempre transparência em tudo que fizermos em relação ao Rio Pardo 2050, inclusive com a possibilidade da própria população opinar, sugerir, enfim, participar conosco, afinal, o Projeto é da sociedade e para a sociedade”, concluiu.

http://www.minhasaojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br