Presidente da Guarda Mirim pede apoio da Câmara à entidade

http://www.minhasaojose.com.br
Marcos Celeste citou os valores deficitários da Zona Azul e a importância da mesma na manutenção das atividades da Guarda Mirim

Na Sessão Ordinária da Câmara, promovida terça-feira, dia 16, a Tribuna Livre foi ocupada pelo presidente da Guarda Mirim de São José do Rio Pardo, professor Marcos Celeste. O pedido para sua participação foi feito por meio da vereadora Thais Nogueira, que se mostrou, assim como demais vereadores, preocupada com a situação da entidade, principalmente por conta do contrato com a Zona Azul, que se finda em março de 2022, sendo que a Prefeitura abrirá nova licitação para a gestão da mesma.

Muitos jovens e a equipe de profissionais que atua na Guarda Mirim também estiveram presentes ao Plenário e acompanharam a explanação do presidente da entidade.

Marcos contou um pouco da história de 57 anos da Guarda Mirim, onde centenas de jovens já tiveram a oportunidade de ingressar, se qualificar e garantir uma vaga no mercado de trabalho, principalmente ao primeiro emprego.

“A Guarda Mirim é uma entidade sem fins lucrativos e que vai muito além da Zona Azul, onde, equivocadamente, muitas pessoas ainda acham que ‘os guardinhas’ só cobram da população. A instituição possui o Projeto NovaMente, por exemplo, cujo objetivo é a empregabilidade por meio da formação e capacitação de aprendizagem na área de recepção e vendas”, explicou.

O presidente da entidade destacou que somente para a área de formação e convivência, a Guarda Mirim dispõe de três educadores, um assistente social e uma psicóloga; na Área administrativa/Zona Azul são dois responsáveis pela administração, um recepcionista, um auxiliar de limpeza e dois aprendizes, além de 12 bilheteiros, além da Área diretiva e deliberativa, com seis membros da diretoria e 10 conselheiros (fiscal e consultivo).

“Ou seja, há muita gente envolvida na Guarda Mirim, que se doa realmente ao Projeto e quer vê-lo prosperar”, ressaltou.

ZONA AZUL: VALORES DEFICITÁRIOS

Marcos afirmou que a Zona Azul foi criada no final dos anos 90 e sua gestão foi concedida à Guarda Mirim desde 2001 até 2021. “Com a Zona Azul, a entidade passou a empregar jovens nas suas operações, sendo que seu papel é duplo: receitas para programas e empregos para jovens. E graças à Zona Azul, a Guarda Mirim conseguiu uma independência financeira para o desenvolvimento de suas atividades”.

Porém, o presidente destacou dois problemas que a Zona Azul vem enfrentando nos últimos meses, sendo o valor deficitário dos bilhetes e também a licitação que o Executivo vai promover para contratação de outra empresa para administra-la.

“Sobre os valores, já encaminhamos um ofício à Prefeitura sugerindo correção, bem como outras questões, como a tolerância e advertências, uma vez que, conforme a Lei, tudo isso deve ser estabelecido pelo Prefeito por meio de Decreto”.

Já com relação à licitação, Marcos observou que a Guarda Mirim não teria condições de participar da mesma por muitas questões burocráticas. “Por isso é que estamos aqui hoje, para pedir apoio dos nobres vereadores para que auxiliem nesta questão para que possamos participar dessa licitação, bem como apoiarmos nesta correção de valores dos bilhetes. A Guarda Mirim representa oportunidades e valores para esses jovens e queremos continuar com a Zona Azul justamente para ampliar a oferta de trabalho e as atividades da entidade, que são totalmente voltadas à formação e empregabilidade da juventude rio-pardense”.

RECONHECIMENTO À GUARDA MIRIM

Todos os vereadores manifestaram apoio à Guarda Mirim e também reconheceram o importante trabalho que a entidade desenvolve, sendo um dos poucos voltado aos jovens no âmbito municipal.

“Vamos buscar caminhos legais para as demandas apresentadas pela Guarda Mirim e fica aqui também meu apoio e reconhecimento à entidade. É impressionante como muitas pessoas lembram da entidade com muito carinho, sendo que ao menos alguém da família já passou por ela em algum momento nestas quase seis décadas de existência. O que tiver ao alcance desta Casa de Legislativa, dos vereadores, podem ter certeza que vamos fazer”, destacou o presidente da Câmara, vereador professor Rafael Kocian.

Marcos Celeste agradeceu ao espaço na Tribuna Livre e também aos vereadores e convidou a população para conhecer as atividades desenvolvidas pela Guarda Mirim. “Estamos de portas abertas para que todos possam conhecer a entidade e nosso desejo é que essas importantes atividades continuem e possam ofertar capacitação e oportunidades aos jovens rio-pardenses”, concluiu.

Jovens que participam da Guarda Mirim e Zona Azul também estiveram presentes ao plenário da Câmara

As informações e fotos são da Assessoria Parlamentar da Câmara Municipal.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br
%d blogueiros gostam disto: