Inclusão e igualdade: Colégio Lúmen e Agradef desfilarão juntos na Semana Euclidiana

http://www.minhasaojose.com.br

Escola e entidade se uniram em projeto que visa o aprendizado através da vivência das diferenças entre alunos e usuários

O conhecimento gera a inclusão e a inclusão gera o conhecimento. E quando o assunto é incluir, de verdade, pessoas diferentes em vivências, atitudes e pensamentos, o Colégio Lúmen teve uma grande ideia: unir a escola e a Agradef em projetos e atividades entre si.

“Li sobre alguns projetos que o Sistema Anglo promovia exatamente a integração entre alunos de seus colégios e de entidades. Passei a idéia ao nosso professor de música Filipe Fontão, que prontamente acolheu a proposta que, inicialmente, seria unir as bandas de percussão do Lúmen e da Agradef, já que ele também ministra aulas na entidade”, explicou a diretora do colégio, Márcia Siqueira.

Entretanto, tanto a escola quanto a entidade enxergaram uma possibilidade de ir além desta união musical. “O produto final da parceria será a participação conjunta do Lúmen e Agradef no Desfile da Semana Euclidiana deste ano mas, até lá, muita coisa ainda vai acontecer. Na verdade, o que era para ser uma união das bandas acabou se transformando em um projeto de inclusão mais amplo, com atividades que envolverão todos os alunos, desde o Maternal até o Ensino Médio”, disse a diretora.

Todas as atividades que serão desenvolvidas entre o colégio e a associação terão como objetivo a vivência do novo, o conhecimento do diferente. “Será uma experiência muita rica principalmente para os nossos alunos, pois terão a oportunidade de conhecer os portadores de necessidades especiais e ver que todos, independente de suas limitações, possuem talentos, que são capazes e úteis na sociedade” salientou a coordenadora do Ensino Fundamental II e Ensino Médio, Andréa Lins.

ENSAIOS DEVEM COMEÇAR NA ÚLTIMA SEMANA DE ABRIL

Em conversa com a presidente da Agradef, Cássia Rolleira, o professor Filipe apresentou o projeto do Lúmen, que aceitou-o, assim como seu companheiro de trabalho, o professor de música Marcos.

O Colégio Lúmen também apresentou a proposta à organização da Semana Euclidiana que, por sua vez, aceitou a união de escola e entidade no desfile.

“Os ensaios, que contarão com o auxílio do Chicão Baterista e do Marcos começarão na última semana de abril. Estamos muito otimistas, pois a música será apenas uma forma de integração. Essa vivência do novo, do diferente para os alunos do Lúmen é fundamental para o desenvolvimento humano e crítico de cada um”, observou Filipe.

E se o colégio está com uma grande expectativa em razão do projeto, na Agradef não é diferente. “Será uma grande oportunidade para que a sociedade passe a olhar o deficiente com os olhos do acreditar, do enxergar que ele possui inúmeras habilidades, inclusive a musical. A união do Lúmen e da Agradef em um desfile da SE é algo inusitado que tem tudo para dar certo, bem como as atividades que realizaremos em conjunto. Essa troca de experiências será muito importante para ambas as partes”, afirmou Cássia Rolleira.

Já as demais atividades que farão parte do projeto incluirão visitas dos alunos à Agradef, bem como de seus usuários ao Lúmen e uma série de outras ações de integração que ainda estão sendo estudadas por ambas instituições. “Acredito que acendemos mais uma luz para a questão da inclusão, porém não vamos ficar só na vontade, vamos fazer, tirar as ideias do papel e, realmente, promover a igualdade, a tolerância, a aceitação e o respeito pelas diferenças”, concluiu Márcia.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br