Gestão e servidores discutem proposta do tíquete

http://www.minhasaojose.com.br

Uma comissão de servidores municipais esteve na tarde desta sexta-feira, 23, na Prefeitura, para reunião com o secretário de Gestão, Helio Escudero. O assunto da pauta foi o tíquete alimentação, cujo projeto para regulamentação de pagamento e de reajuste está tramitando na Câmara Municipal.

Desde que o Ministério Público determinou que o benefício seja concedido apenas nos dias trabalhados, a Prefeitura vem tentando resolver o assunto. Em março, encaminhou para o Legislativo um projeto de lei que retirava o pagamento nos dias não trabalhados e dava um reajuste substancial no valor do tíquete. Entretanto, a proposta foi rejeitada pelos vereadores.

Em julho a Prefeitura encaminhou à Câmara um novo projeto tentando cumprir a exigência do Ministério Público.

Durante a reunião desta sexta, os servidores apresentaram propostas que consideram mais viáveis para o tíquete, como a sugestão de incorporação do valor do benefício aos vencimentos. A proposta significaria o fim do tíquete. Além disso, demanda cálculos por parte da Prefeitura e do Instituto Municipal de Previdência (IMP), questão que os próprios funcionários entendem que deve ser discutida com mais tempo e com a participação de um maior número de servidores.

Por enquanto, consideram que a Prefeitura deve rever o valor do tíquete apresentado na proposta que tramita na Câmara, além de pedirem que seja analisada a questão dos trabalhadores que têm carga horária especial, como o pessoal da saúde, guardas municipais entre outros, que atuam em sistema de 12 horas trabalhadas por 36 de descanso. A comissão deverá formalizar as propostas para melhor avaliação.

As informações e foto são da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br