Escola Cáritas completa 38 anos neste domingo, 22

http://www.minhasaojose.com.br
Entidade é reconhecida pela excelência no atendimento às pessoas com deficiência

Reportagem e texto: Natália Tiezzi Manetta

Amor, carinho e muita, muita dedicação. Esses são os três pilares que sustentam uma das instituições mais queridas e respeitadas de São José do Rio Pardo, a Escola Cáritas, que neste domingo, 22, comemora seus 38 anos de excelência no atendimento às pessoas portadoras de necessidades especiais.

Em visita à Escola, a reportagem pode comprovar o comprometimento de sua grande equipe de profissionais, formada por 58 pessoas, que colocam em prática todos os dias o lema da entidade: o amparo a essas pessoas que possuem limitações, mas que precisam e merecem um atendimento que possibilite melhorar sua qualidade de vida.

“A maior preocupação dos membros da diretoria, bem como de toda a equipe, é manter a qualidade de atendimento, proporcionando à sua clientela a possibilidade de atingir o mínimo necessário para que possa ter qualidade de vida e que possa assumir seu lugar de direito na sociedade”, destacou a diretora Ana Luiza Magalhães de Andrade.

A Escola funciona em dois períodos, manhã e tarde, e possui atualmente 178 alunos, que cursam aulas adaptadas de Escolarização, Educação Infantil, bem como participam de atividades como a Equoterapia, Hidroterapia em piscina aquecida, Academia de Ginástica, Brinquedoteca, Biblioteca, Educação Física, Informática, Música, Cozinha Experimental, Oficinas de Artes, Silk, Salão de Beleza, Horta e Jardinagem, Reciclagem, além da Socialização, Cuidados Diários, AEE – Atendimento Educacional Especializado e TEA – Transtornos do Espectro Autista, com professores especializados nas áreas para tais atendimento.

E para proporcionar todas essas atividades, além de algumas direcionadas, o Cáritas conta com 2 Psicólogos, 2 Fisioterapeutas, 1 Fonoaudióloga, 1 Assistente Social, 1 Nutricionista (responsável pelas refeições dos alunos, sendo café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar), 1 Neurologista, 6 Monitores, 1 Professor de Informática, 1 Professor de Equoterapia, 1 Professora de Educação Física, 1 Professor de Música e 21 Pedagogas (todas com curso de Pós Graduação em Educação Especial) e principalmente no atendimento especializado dos autistas (TEA), além do atendimento semanal de um Clínico Geral e esporadicamente uma Neurologista. Também fazem parte da equipe 1 Diretora, 1 Coordenadora Pedagógica, 1 Auxiliar Administrativo, 1 Secretária, 2 Faxineiras e 2 Merendeiras. “Nossa equipe é comprometida e formada por grandes profissionais graduados e que buscam conhecimento sempre, pois muitas vezes não é fácil lidar com o portador de necessidade especial. Isso requer aprimoramentos constantes e, claro, amor ao trabalho desempenhado. Graças a Deus temos uma equipe muito focada no propósito da escola e, acima de tudo, unida”, disse Ana Luiza.

Além das atividades proporcionadas na escola, também acontece um acompanhamento das famílias dos alunos, seja por meio de reuniões quinzenais ou visitas realizadas pela assistente social nas residências, sempre que necessárias. “É essencial essa relação escola-família, pois ajuda no desenvolvimento do próprio aluno, bem como a escola conhece as reais condições de algumas famílias e, na medida do possível, orienta e ajuda”, salientou a diretora.

ATIVIDADES REALIZADAS PELA ESCOLA NO ÂMBITO PEDAGÓGICO

MARIA DO CARMO: UMA DAS FUNDADORAS DO CÁRITAS

Impossível falar da escola sem mencionar o incansável trabalho de Maria do Carmo Maldonado Fornari. Ela está à frente da entidade desde a sua fundação e contou um pouco da história da instituição.

“A Escola é uma obra mantida pelo Grupo “Cáritas”, e funcionou, inicialmente, numa casa alugada na Rua Francisquinho Dias, passando depois a ocupar uma sala cedida no prédio da Loja Maçônica União Universal e na Associação de Ensino. Em 1988, passou a funcionar no prédio novo na Rua Riachuelo, com algumas salas. Hoje ocupa, neste mesmo endereço, uma área de 5.297m2, sendo área construída, mais terreno anexo de 1.560 m2, onde funciona a Equoterapia e, juntas hoje, pertencem ao Grupo. Em 1982 passou a ter Utilidade Pública Municipal; em 1991, sendo reconhecida pela Secretaria Estadual de Educação como escola, recebeu o título de Utilidade Pública Estadual. É isenta das Obrigações Patronais e está rigorosamente em dia com o INSS e demais órgãos públicos”, explicou.

Apesar de atualmente ocupar o cargo de tesoureira, Maria do Carmo esteve à frente da diretoria do Cáritas por 21 anos e ainda é considerada ‘o braço direito’ da entidade. “Ela é um exemplo de determinação e fé. Corre atrás do que for preciso para manter a excelência nos atendimentos aqui na escola e sempre encontra uma forma de ajudar”, referiu-se carinhosamente Ana Luiza à amiga.

O carinho com Maria do Carmo é expressado também por toda equipe de trabalho. Por onde ela, que é pequenina na estatura, mas grande nas ações, passa, os profissionais estão sempre atentos, afinal, ninguém melhor do que a própria para apontar os erros e acertos na entidade. “Acho que o Cáritas é minha vida. E confesso: não é fácil manter tudo isso. Mas temos Deus à frente e Ele não nos abandona nunca”, disse.

Ana Luiza e Maria do Carmo: Décadas dedicadas ao trabalho à frente do Cáritas

“O RIO-PARDENSE É UM POVO SOLIDÁRIO”

Como destacou Maria do Carmo, não é fácil manter financeiramente uma escola tão grandiosa quanto o Cáritas. Para ajudar a angariar recursos à manutenção, a entidade promove todas as terças-feiras um bazar, realizado na própria escola, das 14h00 às 16h00, bem como eventos como almoços, por exemplo. “Só temos que agradecer a população rio-pardense pelo apoio nos eventos, pela solidariedade em ajudar a escola nas campanhas, enfim, sem a ajuda da comunidade seria impossível continuar esse trabalho. O rio-pardense é um povo muito solidário com o Cáritas”, agradeceu Maria do Carmo.

Ela também aproveitou para agradecer aos associados e ao poder público pelas parcerias firmadas. “E, se por acaso, mais algum coração generoso quiser colaborar, estamos ampliando nosso quadro de associados para ajudar-nos e apoiar-nos mensalmente para a continuidade do trabalho realizado. Aproveitamos para convidar a todos para que venham conhecer a escola, onde poderão certificar-se de que tudo que aqui entra é aplicado integralmente para o desenvolvimento do objetivo maior, que é atender aos nossos alunos”

Sobre o maior aprendizado em todos esses anos no Cáritas, Ana Luiza e Maria do Carmo disseram que é a evolução dos alunos. “Nada é mais gratificante que notar o desenvolvimento, o progresso de cada aluno. Além disso, quantos deles já estão sendo encaminhados até para o mercado de trabalho. Essa é a verdadeira inclusão: acreditar no potencial, aprimorar e extrair o que de melhor e mais bonito eles têm a oferecer à sociedade”, finalizaram.

ATIVIDADES E CURSOS DESENVOLVIDOS NO DIA-A-DIA DO CÁRITAS

DOAÇÕES: Para quem puder e quiser colaborar, a escola está precisando de doações de materiais de higiene (papel higiênico e sabonete), além de materiais de limpeza em geral, cujos itens são muito utilizados no dia-a-dia da entidade.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br