Bebidas e alimentos: Nutricionista Fábio Tavella dá dicas para o Réveillon e pós festas

http://www.minhasaojose.com.br
O nutricionista Fábio Tavella observou que os vinhos tinto e branco secos e os espumantes são as melhores opções para festejar o Ano Novo sem muito comprometer o estômago e o fígado

Entrevista e texto: Natália Tiezzi

O Natal já passou, mas o Réveillon está quase aí e com ele pode ser que ocorram alguns abusos’, principalmente nas bebidas e na própria alimentação. Para dar dicas de como passar o dia 31 mais saudável e também o pós festa, o www.minhasaojose.com.br entrevistou o nutricionista parceiro do site Fábio Tavella que, de início, já destacou que o vinho tinto seco ou branco seco são as bebidas mais indicadas para quem não quer ter surpresas desagradáveis com a estômago e o fígado.

“O vinho, principalmente o tinto seco, pelo seu processo natural de fermentação possui um nível menor de etanol e alta quantidade de resveratrol (antioxidante), magnésio, entre outros nutrientes, ou seja, causa menos ‘lesões’ ou problemas digestivos que o uísque, a cachaça, o saquê, entre outros destilados”, explicou, acrescentando que espumantes também são boas pedidas para festejar o Ano Novo.

Mas, e aquela cervejinha que tanto os brasileiros amam? “A cerveja, apesar de também ser uma bebida fermentada, pode conter glúten, fazendo dela uma fonte de calorias. É por isso que, geralmente, ela causa estufamento, indigestão, entre outros problemas”, destacou o nutricionista.

Entretanto, se você, amigo leitor, resolver ‘enfiar o pé na jaca’, popularmente dizendo, beber e misturar bebidas (o que não é recomendável), abusar das comidas gordurosas e pouco saudáveis, Fábio também destacou algumas dicas pós dia 31 de dezembro.

“Os temperos caseiros, aqueles que todos temos em casa como alho, cebola, salsinha, cebolinha, coentro, manjericão são excelentes para desintoxicar o organismo e podem ser utilizados até mesmo em chás. Quem abusar no Réveillon ainda pode recorrer à suplementação, sempre com orientação de um nutricionista, e utilizar o extrato de alcachofra, que auxilia na detoxificação do fígado”, disse.

O jejum é outro grande aliado daqueles que ‘abusam’ nas festas de final de ano, principalmente na alimentação. “Para essas pessoas seria muito interessante fazer jejum de 12 horas e manter a hidratação, que pode ser feita entre duas ou três horas com sucos cítricos, em boa quantidade. Também é benéfico ingerir castanhas, nozes, amêndoas, que vão colaborar neste detox alimentar”.

Frutas também são excelentes para contribuir com essa ‘limpeza’ no organismo no início do ano. “Quanto mais coloridas, mais nutrientes para fazer essa detoxificação hepática”, observou Fábio.

Por fim, o nutricionista incentivou a todos, não somente os que abusarão nas comemorações de final de ano, a iniciarem um 2022 praticando atividade física. “Exercícios físicos auxiliam na desintoxicação do organismo, inclusive do fígado, e faz bem não apenas para o corpo, mas para a mente. Dedique-se a alguma atividade física que lhe dê prazer e alie a uma alimentação mais saudável, sempre embasada em planos dietéticos realizados e acompanhados pelos nutricionistas, e um Feliz 2022!”, concluiu.

http://www.minhasaojose.com.br
error: Caso queira reproduzir este conteúdo, entre em contato com os editores pelo e-mail: minhasaojose@uol.com.br